Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Djokovic vence argentino e amplia série invicta em Wimbledon; Swiatek avança

Sérvio é o atual Nº2 do mundo e pode recuperar a liderança do ranking; Nole venceu as últimas quatro edições da competição

Mais Esportes|Do R7


Djokovic venceu as últimas quatro edições de Wimbledon
Djokovic venceu as últimas quatro edições de Wimbledon

Campeão das quatro últimas edições do torneio, Novak Djokovic alcançou sua 29ª vitória em Wimbledon nesta segunda-feira (2), primeiro dia da chave principal, ao bater o argentino Pedro Cachin por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/3 e 7/6 (7/4). Depois de um início duvidoso no primeiro set, com direito a uma dupla falta cometida para dar vantagem de 2 a 1 ao adversário, o sérvio controlou a partida e fechou todas as parciais com vitória, embora tenha voltado a sofrer com bons momentos de Cachin.

"Pedro sacou especialmente bem no terceiro set. Para mim, a partida de abertura é sempre um pouco complicada. A grama leva um pouco mais de tempo do que qualquer outra superfície para se adaptar. Espero que o nível do tênis suba a cada partida", comentou o atual número 2 do mundo após a partida, que chegou a ser interrompida por causa da chuva.

· Compartilhe esta notícia pelo Whatsapp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Ao final do Grand Slam britânico, Djokovic pode voltar à primeira colocação do ranking, hoje ocupada por Carlos Alcaraz. Os dois estão separados por apenas 80 pontos e só irão se cruzar se alcançarem a final. Além do topo da classificação, o sérvio tem outros objetivos para buscar na Inglaterra. Dono de sete títulos de Wimbledon, ele igualará Roger Federer como maior campeão masculino do torneio caso erga a oitava taça. A checa naturalizada americana Martina Navratilova, nove vezes campeã, é a recordista geral.

Djokovic busca, ainda, tornar-se o dono da terceira maior série de vitórias da Era Aberta em Wimbledon - está atrás de Pete Sampras (31), Roger Federer (40) e Bjorn Börg (41). A última vez que ele foi derrotado no Major inglês foi em 2017, quando abandonou a partida contra Tomas Berdych por causa de dores no cotovelo. Depois disso, não perdeu mais e foi campeão em 2018, 2019, 2021 e 2022. Em 2020, o Grand Slam não foi disputado por causa da pandemia de covid-19.

Publicidade

"Não há nada melhor do que Wimbledon, realmente, em termos de história e tradição. Eu já disse isso muitas vezes ao longo da minha carreira. Vir para Wimbledon sempre foi o meu sonho, vencer. Um sonho de infância se tornou realidade em 2011 e a cada ano que volto aqui, me conecto com o menino que sonhava em vencer o maior e mais importante torneio de tênis do mundo", disse.

As primeiras horas de disputa masculina de Wimbledon tiveram outros dois tenistas top 10 em quadra, e ambos venceram. O norueguês Casper Ruud (4º) bateu o francês Laurent Lokoli e o russo Andrey Rublev (8º) superou o australiano Max Purcell.

Publicidade

Leia também

SWIATEK VENCE

Iga Swiatek venceu em Roland-Garros, na França, em junho
Iga Swiatek venceu em Roland-Garros, na França, em junho

Entre as mulheres, a número 1 do mundo Iga Swiatek fez mais uma partida dominante para passar tranquilamente pela primeira fase. Três semanas após o título de Roland Garros, ela começou a disputa de Wimbledon em grande ritmo e arrasou a chinesa Lin Zhu com um triunfo por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3.

"Eu me sinto realmente meio confiante. Eu senti que fiz um ótimo trabalho me ajustando à grama. Eu queria ver como seria o dia de hoje e, quando entrei em quadra, foi incrível. Estou feliz por estar aqui e feliz por poder jogar o meu próprio jogo", disse a polonesa, que tem a participação na quarta rodada do ano passado como sua melhor campanha no Major inglês.

Em outro duelo do dia, a americana Jessica Pegula, número 4 do mundo, passou de fase ao superar a compatriota Lauren David. Já a francesa Caroline Garcia, a quinta do ranking,venceu Katie Volynets, dos EUA, e também avançou.

Fim de uma era! Rafael Nadal não está entre os 10 melhores tenistas do mundo após 17 anos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.