Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Brasil bate França por 3 a 1 e fica em 3º na Liga das Nações de vôlei

A partida, que fechou a segunda etapa do torneio, terminou com parciais de 25/20, 26/24, 19/25 e 25/23

Mais Esportes|Do R7


Brasil venceu a França em Orleans
Brasil venceu a França em Orleans

O Brasil não se intimidou por jogar na casa da França, neste domingo (25), e despachou os anfitriões por 3 sets a 1, em Orleans. A partida, que fechou a segunda etapa da Liga das Nações, terminou com parciais de 25/20, 26/24, 19/25 e 25/23. Apesar de uma queda de ritmo no terceiro set, o Brasil teve mais uma atuação muito consistente, tendo chegado a seis vitórias em oito jogos.

O time comandado por Renan Dal Zotto fecha esta segunda semana da Liga das Nações entre os quatro melhores, na terceira colocação, com 19 pontos. O Brasil fica na cola do líder, o Japão, que segue com 100% de aproveitamento após oito jogos e soma 22 pontos. Em segundo lugar estão os Estados Unidos, com sete vitórias e uma derrota, com 21 pontos. Fechando o Top 4 vem a Eslovênia, com 18 pontos e um desempenho equivalente ao do Brasil, assim como a Polônia, que tem 14 pontos e está em quinto.

Após ter mostrado poder de reação contra a Eslovênia no sábado (24), o Brasil conseguiu mais uma vitória para encher o elenco de moral, ainda mais na casa dos adversários franceses. A França também vinha de uma vitória no sábado, tendo jogado contra o Canadá. O time europeu vive um momento complicado e é o 10º colocado, com nove pontos.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia no Telegram

O Brasil começou o jogo de forma dominante e manteve tranquilidade e boa margem no placar. O time de Renan Dal Zotto deslanchou e chegou a abrir uma ótima vantagem, de 17 a 11. A França pediu tempo e até melhorou no set, ganhando moral após um longo rally. O Brasil devolveu o ponto após novo longo rally. Com três de vantagem (21 a 18), Dal Zotto pediu tempo, e o Brasil voltou mais organizado para confirmar a vitória no set, por 25 a 20.

Publicidade

Empurrada pelo som da torcida, a França veio melhor para o segundo set e liderava o placar, mas o Brasil não demorou para encostar nela e equilibrar novamente a disputa. Os dois times abusaram dos erros de saque, mas a seleção brasileira foi melhor nos contra-ataques para retomar a frente no placar. Com o jogo empatado por 24 a 24, o Brasil teve mais coragem para arriscar no momento decisivo e fez 2 sets a 0, com 26 a 24.

A "síndrome do terceiro set" entrou em quadra, e a França logo abriu 7 a 3, aproveitando muitos erros do Brasil. Renan Dal Zotto pediu tempo, mas o time não se acertou. A França seguiu dominante, não deu chance para o Brasil e encerrou o set, por 25 a 19.

Publicidade

O Brasil se reorganizou para o quarto set e voltou a pôr pressão na França, que liderava o placar. Algumas alterações de Renan Dal Zotto fizeram a diferença. Flávio foi um dos atletas a entrar muito bem e ajudar nos bloqueios. O gás da França diminuiu, e o Brasil fechou a vitória no grande jogo, por 25 a 23, com ponto de Alan.

Mais cedo, neste domingo, a Polônia venceu a Itália por 3 a 1. Já a seleção de Cuba superou a Bulgária por 3 sets a 2, mesmo placar pelo qual a Sérvia derrotou a Holanda.

Promessa do basquete tem 2,25 m, calça 55 e é tietada por Mbappé; conheça Wembanyama

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.