Mais Esportes Boxeador de 24 anos morre após nocaute no Zimbábue

Boxeador de 24 anos morre após nocaute no Zimbábue

Taurai Zimunya lutava pela categoria superpeso-galo, de lutadores com até 55 kg. Atleta faleceu dois dias após a luta

  • Mais Esportes | Do R7

O boxeador Taurai Zimunya, de 24 anos, morreu na última segunda-feira (1º), dois dias após ser nocauteado em uma luta, no Zimbábue. Ele chegou a desmaiar após o nocaute. 

Zimunya lutava pela categoria superpeso-galo, de lutadores com até 55 kg. O lutador levou vários golpes na cabeça antes de ser nocauteado no terceiro round de uma luta de seis rounds. O enterro ocorreu na última quarta.

Lutador levou vários golpes na cabeça antes de ser nocauteado

Lutador levou vários golpes na cabeça antes de ser nocauteado

Reprodução

Lawrence Zimbudzana, secretário-geral do ZNBWCB (Conselho Nacional de Controle de Boxe e Luta Livre do Zimbábue), disse que o inquérito ainda não foi instaurado.

"Por enquanto, vamos nos concentrar no enterro e depois nos sentaremos e analisaremos as questões", disse Zimbudzana à BBC Sport Africa.

Um comunicado do ZNBWCB afirmou que "todos os procedimentos médicos necessários foram cumpridos e foi prestada assistência médica de emergência no local antes de ser levado ao hospital".

"Perdemos um de nossos melhores atletas. Trabalhei com Taurai por mais de quatro anos", disse a ex-treinadora, Tatenda Gada.

O boxeador tinha acabado de retornar ao Zimbábue depois que as restrições ao bloqueio sanitário foram amenizadas.

Homem que nocauteou rival em 18 segundos é paizão fora do ringue

Últimas