Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

'Bomba' liberada? Lutadores reagem após anúncio de saída da Agência Antidoping do UFC

Quebra de contrato aumenta as chances de retorno do irlandês Conor McGregor ao octógono de luta

Mais Esportes|Do R7, com informações do Lance!

Montagem (à dir.) mostra McGregor 'bombado'
Montagem (à dir.) mostra McGregor 'bombado' Montagem (à dir.) mostra McGregor 'bombado'

A Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA, na sigla em inglês), anunciou na quarta-feira (11) que não vai renovar o contrato com o UFC. Assim, a partir do dia 1º de janeiro de 2024, não fará mais o controle de doping dos lutadores da companhia.

Com o anúncio, diversos atletas se manifestaram em suas redes sociais sobre o fim do contrato.

Provocações não faltaram. Alguns participantes da liga insinuaram que os adversários iriam usar substâncias proibidas depois do fim do ano. O brasileiro Gilbert Durinho provocou o ex-campeão Conor McGregor, responsável pela discórdia entre a organização e a USADA.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

O irlandês retornou ao grupo de testes da agência em outubro, e, pelas regras de entidade, teria que cumprir um período de seis meses sendo testado no antidoping para poder voltar a lutar.

Com a quebra do contrato entre a empresa e o UFC, aumentam os rumores de que McGregor pode retornar aos ringues no início do próximo ano. Ele não luta desde julho de 2021, quando foi nocauteado por Dustin Poirier na categoria peso leve.

Publicidade

Outro que também distribuiu veneno foi o comentarista de MMA Ben Davis, que já lutou com o filho de Anderson Silva, com uma imagem na qual insunua que, após a saída da USADA do UFC, Jon Jones melhoraria sua forma física. O atual campeão dos pesos-pesados foi flagrado em exames antidoping múltiplas vezes durante o vínculo da agência com o evento.

Jon Jones, inclusive, também usou as redes sociais para comemorar a saída da entidade, a qual ele acusa de ter prejudicado sua carreira. "Cara, eu sobrevivi à USADA. Nunca trapaceei neste esporte e vou manter isso até o dia da minha morte", escreveu.

Dia do Cabelo Maluco? Veja os cortes mais inusitados dos jogadores de futebol

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.