Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Bia Haddad deixa o top 20 do ranking do tênis após mais de um ano

Eliminação no ATP 250 fez a brasileira cair na lista da WTA; entre os homens, Thiago Wild é o melhor colocado, na 77ª colocação

Mais Esportes|Do R7

Bia Haddad Maia vive momento de baixa na temporada
Bia Haddad Maia vive momento de baixa na temporada Bia Haddad Maia vive momento de baixa na temporada

Beatriz Haddad Maia começou uma semana fora do top 20 do ranking da WTA pela primeira vez desde agosto do ano passado.

Depois de ser eliminada nas oitavas de final do ATP 250 de Hong Kong e ver a chinesa Qinwen Zheng ser campeã do WTA 500 de Zhengzhou, na China, a tenista brasileira caiu da 20ª para a 21ª posição na atualização desta segunda-feira (16). Zheng, então 24ª colocada, roubou o 19º lugar da bielorrussa Victoria Azarenka, agora última integrante do top 20.

Apesar da queda, Bia deve voltar ao menos para a 20º colocação na próxima atualização, já que Azarenka não vai disputar nenhuma competição nesta semana e perderá pontos.

A paulista, por sua vez, começa a disputar na madrugada desta terça-feira, às 3 horas (de Brasília), o WTA 250 de Nanchang, no qual será a cabeça de chave número 1. O duelo é com a japonesa Hibino Nao.

Publicidade

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

A última vez em que Bia esteve fora do top 20 foi na semana de 8 de agosto de 2022, durante a qual foi vice-campeã do WTA 1000 de Toronto, feito que a fez subir para a 16ª posição na atualização seguinte, no dia 15 de agosto de 2022.

Publicidade

Foi a primeira vez que ela se colocou entre as 20 melhores tenistas do mundo e, até então, não havia descido de escalão. Chegou, inclusive, a ir muito além, em junho deste ano, quando alcançou o inédito top 10, em décimo lugar, após ser semifinalista de Roland Garros.

Ela foi a primeira mulher a brasileira a alcançar tal feito, uma vez que o ranking oficial foi criado somente em 1975, quando Maria Esther Bueno estava perto da aposentadoria. A lenda do esporte nacional brilhou nas décadas de 1950 e 1960.

Entre 1959 e 1960, era considerada a número 1 do mundo pelos principais jornais do mundo e pelas publicações especializadas. Levando em conta também os homens, a última vez que o Brasil havia conseguido chegar ao top 10 havia sido com Gustavo Kuerten, o Guga, em 2002.

Outros brasileiros

A atualização do ranking desta segunda-feira trouxe boas notícias a Thiago Monteiro, que ganhou 24 posições e agora é o dono da 126ª colocação. O brasileiro melhor ranqueado ainda é Thiago Wild, em 77ª.

Entre as mulheres, Laura Pigossi, segunda melhor do Brasil, perdeu duas posições e está 120º lugar. Pigossi esteve em quadra nesta segunda (16), pelo WTA de Monastir, na Tunísia, e foi eliminada na primeira rodada pela russa Iryna Shymanovich.

No topo das classificações, foram poucas as mudanças. O ranking da WTA não teve nenhuma alteração em seu top 10, com Aryna Sabalenka na liderança, seguida por Iga Swiatek e Coco Gauff.

Na ATP, o maior salto dentro do top 10 foi do russo Andrey Rublev, que saiu da sétima para a quinta posição, após ser vice-campeão do Masters 1000 de Xangai. Vencedor do torneio chinês ao derrotar Rublev, o polonês Hubert Hurkacz subiu seis posições e foi parar em 11º lugar, perto de voltar a integrar o escalação dos dez melhores.

Veja o top 10 do ranking da ATP e os brasileiros melhor colocados:

1. Novak Djokovic (SER) – 11.045 pontos;

2. Carlos Alcaraz (ESP) – 8.805 pontos;

3. Daniil Medvedev (RUS) – 7.355 pontos;

4. Jannik Sinner (ITA) – 5.000 pontos

5. Andrey Rublev (RUS) – 4.765 (+2) pontos;

6. Holger Rune (DIN) – 4.605 (-1) pontos;

7. Stefanos Tsitsipas (GRE) – 4.360 (-1) pontos;

8. Casper Ruud (NOR) – 3.685 (+1) pontos;

9. Alexander Zverev (ALE) – 3.460 (+1) pontos; 

10. Taylor Fritz (EUU) – 3.410 (-2) pontos;

-------------------------------------

77. Thiago Wild (BRA) – 738 pontos;

126. Thiago Monteiro (BRA) – 485(+24) pontos;

142. Felipe Meligeni (BRA) – 142 (+1).

Veja o top 10 do ranking da WTA e as brasileiras melhor colocadas:

1. Aryna Sabalenka (BLR) – 9.381 pontos;

2. Iga Swiatek (POL) – 8.545 pontos;

3. Coco Gauff (EUA) – 6.455 pontos;

4. Jessica Pegula (EUA) – 6.050 pontos;

5. Elena Rybakina (CAS) – 5.870 pontos;

6. Maria Sakkari (GRE) – 4.475 pontos;

7. Ons Jabeur (TUN) – 4.195 pontos;

8. Marketa Vondrousova (RCH) – 3.839 pontos;

9. Karolina Muchova (RCH) – 3.663 pontos;

10. Caroline Garcia (FRA) – 3.450 pontos;

------------------------------------

21. Beatriz Haddad Maia (BRA) – 2.210 pontos;

120. Laura Pigossi (BRA) – 583 pontos.

Pintura de quadros, viagens e acordes no violão: conheça Bia Haddad fora das quadras

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.