Esportes Machucado, Thiem desiste de disputar o Rio Open; Meligeni é convidado

Machucado, Thiem desiste de disputar o Rio Open; Meligeni é convidado

O Rio Open sofreu uma importante baixa nesta quinta-feira. O tenista austríaco Dominic Thiem, campeão do US Open de 2020, desistiu do torneio brasileiro, de nível ATP 500, por conta de uma lesão na mão direita. O ex-número 3 do mundo era a principal estrela da chave de simples da competição carioca.

"Infelizmente, Dominic Thiem não poderá jogar esta edição do Rio Open. Esperamos pelo nosso campeão de 2017 no ano que vem e desejamos uma ótima recuperação", informou a organização. O maior torneio da América do Sul será disputado entre os dias 12 e 20 deste mês, no Jockey Clube Brasileiro, na capital fluminense.

Thiem também desistiu de competir em Buenos Aires, uma semana antes, e em Santiago, no Chile. Ele já havia abandonado o Torneio de Córdoba, também na Argentina, pelo mesmo motivo. Seu objetivo agora é voltar a tempo de jogar o Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos, em março.

O atual número 37 do mundo vive fase difícil fora das quadras. Ele se afastou do circuito em junho do ano passado devido a uma lesão no punho direito. Perdeu, assim, Wimbledon, Jogos Olímpicos de Tóquio e o US Open, onde defenderia o título conquistado na temporada anterior. Agora o problema é num dos ligamentos da mão direita.

Se perdeu Thiem, o Rio Open contará com a presença do argentino Juan Martín Del Potro, que também foi número 3 do mundo e venceu o US Open, em 2009. Voltando de lesão, ele retornará ao circuito em Buenos Aires, uma semana antes, e disputará a chave principal do Rio Open, por convite.

Outro convite foi anunciado nesta quinta. Felipe Meligeni, sobrinho de Fernando, vai entrar direto na chave principal, assim como Thiago Monteiro, número 1 do Brasil, que havia recebido o primeiro convite desta edição do torneio brasileiro.

"Só tenho a agradecer pela oportunidade. Fico muito feliz por estarem reconhecendo o trabalho que venho fazendo, com todo o esforço e treino do dia a dia. Foi uma notícia muito boa e agora é tentar aproveitar esse tempo da melhor maneira para chegar o mais preparado possível. Jogar no Brasil, em casa e com a torcida que só o Rio Open tem é uma experiência única, então vou tentar tirar o maior proveito possível desse convite", comentou o tenista de 23 anos, atual 229º em simples e 85º nas duplas.

Últimas