Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Luxemburgo tem o pior aproveitamento entre técnicos do Corinthians desde rebaixamento

|Do R7


Pressionado na temporada e sob ameaças da torcida fora de campo, o Corinthians tenta evitar que o resultado de 2007 se repita, para não ser rebaixado no Brasileirão. Vanderlei Luxemburgo tem, no entanto, o pior aproveitamento entre os comandantes do time alvinegro desde o único rebaixamento da equipe, há 16 anos. Desde então, 15 técnicos comandaram a equipe ao longo das temporadas.

Com seu trabalho questionado, Luxemburgo enfrenta problemas para evoluir o desempenho da equipe. Quando chegou ao clube para sua terceira passagem - já havia sido vitorioso em 1998 e tido um breve retorno no início dos anos 2000 -, o treinador admitiu que uma de suas metas era melhorar o nível de competitividade do elenco e sua qualidade em campo. No entanto, em 17 jogos, soma quatro vitórias, quatro empates e nove derrotas. O Corinthians foi eliminado da Copa Libertadores e perdeu a primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil.

Com isso, o aproveitamento do treinador é de 31,4% - uma média inferior a um ponto conquistado por partida. No Brasileirão, o time está em 16º, a uma posição do primeiro time dentro da zona de rebaixamento, com 12 pontos em 13 jogos. Na Libertadores, Luxemburgo não conseguiu classificar a equipe, que terminou em terceiro de sua chave e irá disputar a Copa Sul-Americana. Já na Copa do Brasil, tenta se classificar à semifinal, mas perdeu o confronto de ida das quartas para o América-MG por 1 a 0, no meio de semana.

Os números colocam Luxemburgo na lanterna do ranking de aproveitamento de treinadores do Corinthians desde o rebaixamento de 2007. Além dele, estiveram no posto Tite, Mano Menezes e Fábio Carille (todos com duas passagens), Adilson Baptista, Cristóvão Borges, Osmar Loss, Tiago Nunes, Vagner Mancini, Jair Ventura, Cuca, Sylvinho, Lázaro, Vítor Pereira e Oswaldo de Oliveira. A estatística foi levantada pelo portal Meu Timão.

Publicidade

Tite, na segunda passagem entre 2015 e 2016, teve o melhor aproveitamento no período, com cerca de 70%. Mano Menezes, entre 2008 e 2010, e Fábio Carille, no seu primeiro trabalho pelo clube, em 2017 e 2018, completam o Top 3 dos melhores rendimentos no cargo.

Na última partida, contra o América-MG, pela Copa do Brasil, Luxemburgo chegou a elogiar a evolução da equipe - apesar da falta de gols e pontos nos jogos. Nas últimas apresentações, o treinador lançou diversos atletas das categorias de base, como Matheus Araújo e Biro. Ele sofre pressão dos torcedores e dentro do próprio vestiário.

Publicidade

"Olha como foi o crescimento hoje, tá vendo? Nós fizemos o goleiro (Mateus Pasinato, do América-MG) ser o melhor jogador em campo. Eu acho que o crescimento está existindo e eu não me recordo nessa passagem do Corinthians de um jogo com tanto volume, tanta intensidade e tantas situações de fazer o goleiro trabalhar", afirmou o treinador. "Eu fico feliz, mas foi a postura do time quando esteve atrás, jogando o time do América para trás. Eles criaram essa situação, que a gente treina, e eu acho que nós estamos evoluindo."

Confira todos os aproveitamentos dos treinadores desde 2008:

Tite (2015/16) - 69,9%

Mano Menezes (2008/10) - 64,5%

Fábio Carille (2017/18) - 62,5%

Mano Menezes (2014) - 60,3%

Tite (2010/13) - 59,1%

Fernando Lázaro (2023) - 56,9%

Vagner Mancini (2020/21) - 54,1%

Vítor Pereira (2022) - 51,1%

Fábio Carille (2019) - 50%

Cuca (2023) - 50%

Adilson Baptista (2010) - 49%

Cristóvão Borges (2016) - 48%

Sylvinho (2021/22) - 48%

Tiago Nunes (2020) - 47,4%

Osmar Loss (2018) - 46,7%

Oswaldo Oliveira (2016) - 37%

Jair Ventura (2018) - 31,6%

Vanderlei Luxemburgo (2023) - 31,4%

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.