Esportes Luciana brilha ao pegar 3 pênaltis e Ferroviária está na final da Libertadores

Luciana brilha ao pegar 3 pênaltis e Ferroviária está na final da Libertadores

Pela segunda vez consecutiva, a Ferroviária decidirá o título de clubes mais importante da América do Sul entre as mulheres. Nesta quinta-feira (18), a equipe de Araraquara (SP) se classificou às final da Libertadores Feminina, que está sendo disputada na Argentina, ao derrotar a Universidad de Chile nos pênaltis por 7 a 6, no estádio Nuevo Francisco Urbano, na cidade de Moron, após um empate sem gols no tempo normal. A goleira Luciana, com três defesas na disputa de penalidades, foi a protagonista.

Atuais vice-campeãs, as paulistas chegam à terceira decisão continental na história. A primeira foi em 2015, quando superaram o Colo-Colo, do Chile, por 3 a 1 e levantaram o troféu. A segunda foi a derrota para o Corinthians em 2019.

Neste domingo, às 17 horas (de Brasília), a equipe comandada pela técnica Lindsay Camila enfrenta o América de Cali, da Colômbia, no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires. As colombianas levaram a melhor sobre o Corinthians na última quarta-feira, também nos pênaltis, depois de um empate por 1 a 1 nos 90 minutos regulamentares.

Se levar o título, a Ferroviária se junta a Santos e Corinthians, também duas vezes campeões da Libertadores Feminina. O São José-SP é o maior vencedor do torneio, com três conquistas. O time de Araraquara igualou joseenses e santistas ao alcançar a terceira final sul-americana. O Colo-Colo lidera a estatística, com quatro presenças em decisões.

Na primeira das cinco cobranças, Luciana defendeu o chute de Zamora. A resposta chilena veio na quarta batida, com Campos salvando o arremate da zagueira Géssica. Na sétima, a goleira da Universidad evitou o gol de Ana Alice, mas a goleira brasileira bloqueou a tentativa da atacante Rebeca Fernández. Luciana brilhou de vez ao agarrar a oitava penalidade das chilenas e colocar a Ferroviária na decisão continental.

Últimas