Esportes Leclerc brinca de 'cabo de guerra' com leão e gera críticas nas redes sociais

Leclerc brinca de 'cabo de guerra' com leão e gera críticas nas redes sociais

Charles Leclerc, piloto da Ferrari, passou a ser personagem frequente de situações polêmicas. A mais recente se trata se um vídeo em que aparece, junto com amigos, brincando de "cabo de guerra" com um leão em um zoológico. O piloto monegasco é o primeiro da fila e aparece sem máscara durante a realização da "brincadeira". Enquanto quatro pessoas puxam a corda para um lado, o leão a segura e puxa para o lado oposto.

Ao longo deste sábado, fãs de automobilismo usaram as redes sociais para criticar a postura de Leclerc, que teve seu nome entre os assuntos mais comentados do Twitter. Entre as críticas constavam a falta de uso de máscara - item obrigatório para se proteger e proteger os demais do contágio do novo coronavírus - e, claro, de participar de uma atividade que poderia gerar incômodo ao animal.

Houve também quem relembrasse cenas com outros pilotos para amenizar e comparar a situação vivida pelo piloto da Ferrari. O britânico Lewis Hamilton, heptacampeão mundial de Fórmula 1, há quatro anos, no México, esteve na fundação "Black Jaguar-White", onde "assustou" e depois "brincou" com um tigre.

Ao longo desta semana, o espanhol Carlos Sainz Jr., novo companheiro de Leclerc na Ferrari, também foi alvo de críticas, depois do kartódromo que leva o nome de seu pai publicar um vídeo em que um dos atores pratica "blackface" (cara negra).

A temporada de 2021 da Fórmula 1 deve começar em março, porém problemas oriundos da pandemia da covid-19 fazem com que etapas, como a da Austrália e da China, possam ser adiadas ou até canceladas.

Últimas