LeBron James diz que ficará intranquilo se a temporada da NBA não for concluída

Diante da excelente fase do Los Angeles Lakers, que liderava a Conferência Oeste antes da paralisação da NBA em razão da pandemia do novo coronavírus, LeBron James afirmou que não ficará tranquilo se a temporada não for retomada.

"Eu não acho que vou ter tranquilidade se não tivermos uma oportunidade para terminar esta temporada", disse o astro na noite desta quarta-feira, em sua casa, durante uma entrevista coletiva via videoconferência.

Em vez de se preparar para as partidas, LeBron James tem passado grande parte do tempo jogando basquete com os filhos adolescentes. Também aproveita a hora do chá com sua filha e, quando não está assistindo à série documental A Máfia dos Tigres (Tiger King) com sua esposa, está procurando notícias sobre a pandemia.

Os Lakers vinham caminhando tranquilamente em direção à sua primeira aparição nos playoffs desde 2013. Mas em 11 de março a temporada da NBA foi interrompida depois que foi confirmado o primeiro caso de um atleta da liga norte-americana infectado pela doença. Desde então, LeBron e outros atletas têm convivido com muitas incertezas sobre o futuro.

O veterano de 35 anos, que vinha quebrando recortes em sequência nesta temporada, reforçou que será duro aceitar um fim incompleto da temporada da NBA. No entanto, ele se mostrou consciente da necessidade da paralisação e orgulhoso do que ele e seus companheiros de equipe fizeram até o momento.

"Posso ter alguma satisfação com o que nossa equipe conseguiu fazer este ano, com um treinador em seu primeiro ano, um sistema também em primeiro ano, treinador novo, trazendo tantas peças novas. Tudo o que passamos nesta temporada, os altos e baixos. Tudo o que tivemos de suportar", avaliou. Encerramento? Não. Mas, com orgulho do que fomos capazes de realizar até este ponto, poderei olhar para trás e pensar: 'Ok, fizemos algo especial nesse pequeno período de tempo'", completou o astro.

No começo, LeBron James refutava a ideia de jogar em arenas vazias ou se mostrava resistente à possibilidade de que todas as equipes da NBA concordem em disputar as partidas em uma mesma cidade para concluir a temporada. Agora, o veterano diz que apoiará qualquer decisão que pareça segura e inteligente depois que a fase mais caótica da covid-19 passar.

"Se chegarmos a um ponto de jogar sem nossos fãs, ainda saberemos que teremos a torcida dos Lakers conosco em espírito. Se estiver em um único destino isolado, se é em Las Vegas ou em outro lugar que pode nos abrigar e nos manter com a maior oportunidade possível de ser seguro dentro e fora da quadra, participaremos dessas conversas", afirmou James, 16 vezes escolhido para o All-Star Game.

LeBron não foi contagiado pela doença. Entretanto, dois jogadores dos Lakers jogadores testaram positivo para o coronavírus. A franquia da Califórnia preservou a identidade dos atletas e assegurou que eles já estão curados depois de ficarem isolados por 14 dias.