Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Zebra no Velho Continente? Três motivos para acreditar em um título da Turquia na Eurocopa

Seleção de Vincenzo Montella surpreendeu a Áustria nas oitavas de final, mas chega no posto de time azarão para a parte final da competição...

Lance

Lance|Do R7


Imagem da notícia

A seleção da Turquia surpreendeu a Áustria nas oitavas de final da Eurocopa. A boa geração dos jovens Arda Güler e Kenan Yildiz, além do badalado Hakan Çalhanoglu, venceu um animado confronto por 2 a 1, com dois gols do zagueiro Demiral.

Agora, nas quartas de final, as Estrelas Crescentes terão pela frente a Holanda, que está em busca de findar um jejum de quase 40 anos sem o troféu. E com a Euro afunilando, a tendência é que qualquer confronto dê aos comandados de Vincenzo Montella o posto de azarão na busca pelos avanços.

➡️ Tudo sobre os maiores times e as grandes estrelas do futebol no mundo afora agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Futebol Internacional

Por isso, o Lance! separou três motivos pelos quais os turcos - e também quem adora ver uma zebra nas competições de seleções - podem se permitir sonhar com a conquista continental. Confira abaixo:

Publicidade

1️⃣ O LADO DE LÁ DA PONTE
O chaveamento da competição evitou à Turquia confrontos dificílimos contra as principais potências do continente. França, Alemanha, Portugal e Espanha brigarão por uma vaga na final, enquanto no lado da Turquia, brigam a inconstante Holanda de Ronald Koeman, a turbulenta Inglaterra e uma Suíça que também corre por fora. Ou seja, tudo pode acontecer.

Este será o primeiro confronto entre turcos e holandeses na história da Eurocopa. Nos últimos três embates, os otomanos venceram duas vezes: uma em 2015 e uma em março de 2021. O mais recente, porém, guardou uma dolorida goleada por 6 a 1, seis meses depois. Equilíbrio que pode gerar, em jogo único, uma partida aberta.

Publicidade

2️⃣ CURANDO AS CICATRIZES
Vincenzo Montella voltou a conduzir a seleção ao mata-mata de Eurocopa. Em 2008, a equipe alcançou a fase semifinal, mas foi cruelmente derrubada pela Alemanha, em um dos grandes jogos da história da competição. Os germânicos venciam por 2 a 1 até os 41' da segunda etapa, quando o bom centroavante Semih Sentürk empatou a partida; quatro minutos depois, Philipp Lahm marcou o gol que levou a Mannschaft à final, quebrando os sonhos turcos.

No duelo diante da Áustria, a cabeçada de Baumgartner, por décimos de segundos, levou os torcedores a um "déjà vu" no último lance do embate. Porém, Günok mudou a história e fez uma defesa de cinema. Roteiro que levanta times, dá confiança e os faz acreditar em uma continuidade do conto de fadas.

3️⃣ UMA ISTAMBUL NA ALEMANHA
Em uma competição de local único, ouvir os mínimos decibéis de sua torcida já faz a diferença. Ainda assim, aficionados da Turquia compraram o barulho e vêm seguindo as Estrelas Crescentes a todo lado. Dentro do território alemão, está a maior diáspora turca, com três milhões de pessoas. O fato transformou cidades germânicas em otomanas. Veja abaixo algumas percepções:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.