Lance Wenger se diz surpreso com notícias sobre saúde de Pelé

Wenger se diz surpreso com notícias sobre saúde de Pelé

Ex-técnico do Arsenal tem o Rei do Futebol como principal ídolo de infância

Lance
Lance

Lance

Lance

O ex-técnico francês Arsène Wenger, diretor da Fifa para o desenvolvimento do Futebol Mundial, se disse neste domingo "surpreso com as notícias" de que Pelé "não estava bem" de saúde, já que tinha sido informado pelo agente do Rei do Futebol de que ele "não corria risco".

- Pelé foi meu ídolo de infância, e obviamente todos nós estamos recebendo as notícias sobre seu estado de saúde. Desejamos a ele uma rápida recuperação. Falei com seu agente recentemente e não o vi pessimista. Fiquei surpreso com as notícias de que ele não está bem. Ele (agente) me disse que (Pelé) estava de volta ao hospital, mas que não corria nenhum risco - declarou o ex-treinador do Arsenal em uma entrevista coletiva em Doha, no Qatar, para um balanço da fase de grupos da Copa.

+ Web enaltece Mbappé em memes da classificação da França sobre a Polônia

O técnico e ex-jogador alemão Jürgen Klinsmann, membro do grupo de estudos técnicos da Fifa e que também participou da coletiva, foi mais um a desejar saúde a Pelé.

- Rezamos por ele. Esperamos que ele se recupere o mais rápido possível e que permaneça conosco por muitos, muitos anos. Já nos encontramos muitas vezes, ele é uma pessoa maravilhosa e foi o maior de todos, não há dúvida sobre isso - afirmou.

+ Internado, Pelé recebe apoio de Mbappé nas redes sociais: 'Ore pelo Rei'

Pelé, de 82 anos, está internado desde a última terça-feira em São Paulo para reavaliação de seu tratamento contra um câncer de cólon diagnosticado em setembro de 2021. Segundo um boletim médico divulgado ontem, ele está "estável" e reagindo bem ao tratamento contra uma infecção respiratória

Últimas