Wellington Tanque revela saudade de jogar o Brasileirão: 'Quero viver essa emoção novamente'

Atacante do Botafogo-SP, que atuou muitos anos no Japão, fala da diferença entre os países

Lance

Lance

Lance

Sem disputar o Campeonato Brasileiro há quase dez anos, o atacante Wellington Tanque está com saudades do clima que cerca a competição. Desde fevereiro no Botafogo-SP, o jogador revelado pelo Internacional passou as últimas sete temporadas no futebol japonês. O paulista de Ourinhos destaca o que o encanta no torneio.

- Há muitas diferenças culturais entre Brasil e Japão. Inegavelmente o nosso povo é mais caloroso e no caso do futebol, mais apaixonado. A postura ativa, até mesmo fanática por parte dos torcedores daqui é algo que tem influência direta no desempenho de muitos jogadores. O Campeonato Brasileiro é o auge de tudo isso. Quero viver essas emoções novamente - afirmou.

No segundo semestre de 2011 Wellington voltou ao Brasil após defender os alemães Hoffenheim e Fortuna Düsseldorf e o holandês Twente. Vestiu inicialmente a camisa do Figueirense na Série A e a do Goiás na reta final da Série B. Ciente do quão diferentes estão alguns estádios hoje, Tanque revela sua grande expectativa de atuar nas novas arenas e voltar a jogar nos gramados mais tradicionais do país.

- Várias vezes nesses últimos anos me imaginei novamente no Maracanã, no Mineirão, ou estreando nas arenas construídas para a Copa do Mundo. Muitos atletas estrangeiros tem vontade de atuar aqui, imagine eu, que já senti o gosto e conheço a temperatura lá de dentro. Será bastante especial - finalizou.