Lance Wawrinka confirma retorno com Norman para 'último capítulo' de sua parceria

Wawrinka confirma retorno com Norman para 'último capítulo' de sua parceria

Aos 37 anos, suíço retorma parceria vitoriosa para encerrar sua carreira

Lance
Lance

Lance

Lance

Logo após estrear com vitória sobre o norueguês Casper Ruud, 3º da ATP, na estreia do ATP 500 da Basileia, na Suíça, o local Stan Wawrinka, ex-top 3 e atual 193º, revelou que retornou a parceria com o sueco Magnus Norman.

Em conversa com os jornalistas, Wawrinka revelou que a decisão de retornar a parceria com o treinador que o levou a conquistar seus três títulos do Grand Slam [US Open 2016, Roland Garros 2015 e Australian Open 2014] foi tomada após o fim do último US Open.

"Houve mudanças após o US Open. Resolvi parar de trabalhar com Dani Vallverdu e, junto com Magnus, estamos buscando o melhor equilíbrio possível para escrever nosso último capítulo juntos. Ele é quem melhor conhece o meu jogo, quem mais me ajudou na minha carreira. Ele cuidará do período de passagem para os maiores torneios, incluindo o Grand Slam. O resto temos que discutir”, explicou ele, falando que entregou nas mãos do ex-top 2 a estratégia de calendário para ascender no ranking e voltar ao top 100.

Wawrinka também celebrou o apoio recebido pela torcida na Basileia: “Nunca senti tanto apoio. O público me apoiou muito, foi forte. Não sei bem como explicar. Há a aposentadoria de Roger (Federer), e também o fato de eu não jogar na Suíça há muito tempo. As pessoas percebem que somos uma geração vai partir. Mas estou aguentando firme, não quero ir embora", destacou o suíço de 37 anos.

Últimas