Lance Warriors apostam em volta por cima, enquanto Celtics falam em manter pés no chão após vitória no jogo 1

Warriors apostam em volta por cima, enquanto Celtics falam em manter pés no chão após vitória no jogo 1

Draymond Green e Steph Curry exaltam experiência da equipe para superar adversidades, enquanto Jayson Tatum evita empolgação: 'Está longe de acabar'

Lance
Lance

Lance

Lance

O segundo jogo das finais da NBA ganhou alguns ingredientes interessantes após a vitória por 120 x 108 do Boston Celtics no primeiro jogo. Além de impor a primeira derrota em casa ao Golden State Warriors após um último quarto avassalador, vencido por 40 x 16, os Celtics vão entrar em quadra no segundo jogo com a possibilidade de abrir 2-0 na série antes de sequer pisar em Boston.

+ Estreante em finais da NBA, Al Horford lidera impressionante vitória dos Celtics

A bola volta a subir apenas no domingo, às 21h, mas o tom das declarações dos jogadores após a primeira partida já deixaram claro a importância que o duelo terá na série. Enquanto os jogadores dos Warriors falaram muito em ajustes e apostam na experiência para reagir, os Celtics mantiveram um discurso pé no chão, de que o confronto está longe de ser decidido.

- Vamos descobrir como parar os arremessos de três e tirar isso do jogo deles. Nós dominamos o jogo por 41, 42 minutos. Vamos ficar bem - resumiu Draymond Green, citando que Marcus Smart, Al Horford e Derrick White somaram 15 bolas de três pontos em 23 tentativas na partida.

Green lembrou que as finais não dão margem para erros e afirmou que os Celtics foram mais competentes na hora de aproveitar os desperdícios de bola dos Warriors.

- São duas grandes equipes, quem cometer menos erros vai ganhar. Foi o que eles fizeram. Transformaram nossos 14 erros em 21 pontos, enquanto nós fizemos apenas 10 pontos nos 13 erros deles - pontuou o ala-pivô.

Golden State Warriors x  Boston Celtics - NBA

Golden State Warriors x Boston Celtics - NBA

Lance

Celtics largou em vantagem na decisão da NBA (Foto: AFP)

Já Stephen Curry, cestinha do confronto com 34 pontos - 21 deles anotados ainda no primeiro quarto -, apostou na experiência do time para reverter mais uma situação desfavorável.

- Não é o ideal, mas acredito no nosso time. Já passamos por isso algumas vezes. Temos que nos apoiar nessa experiência, mas também precisamos fazer os ajustes necessários e entrar no próximo jogo muito focados - afirmou Curry.

Pés no chão no lado do Celtics

Principal jogador do Boston Celtics, Jayson Tatum teve um jogo atípico em termos de aproveitamento - 3 de 17 nos arremessos -, mas compensou em outras áreas. O ala distribuiu 13 assistências no jogo 1 das finais, recorde da carreira, e foi fundamental para a vitória fora de casa. Ele reconheceu a dificuldade pessoal na partida, mas se mostrou focado no que realmente importa: a vitória.

- Tive uma noite ruim nos arremessos e tentei impactar o jogo de outras maneiras. Estamos nas finais, minha única preocupação era vencer a partida e conseguimos. Espero não ter outra noite ruim como essa, mas se isso significar que vamos continuar ganhando, tudo bem por mim - avaliou Tatum.

Para o ala dos Celtics, é fundamental que o time não se empolgue demais com a liderança na série e entre concentrado no próximo domingo.

- Neste ponto da temporada, você se sente muito bem quando vence e muito mal quando perde. Nosso trabalho é manter o equilíbrio, especialmente tão cedo na série. Está longe de acabar, foi apenas um jogo. Temos que estar prontos para responder como se tivéssemos perdido. Eles vão vir com tudo e precisamos estar preparados - encerrou.

Curiosidades

- O time que venceu o primeiro jogo das finais da NBA foi campeão em 70,7% das vezes

- Porém, os times que venceram o primeiro jogo fora de casa foram campeões apenas 47,1% das vezes

- O Boston Celtics soma 8 vitórias e apenas 2 derrotas fora de casa nos playoffs deste ano

- Já o Golden State Warriors perdeu pela primeira vez jogando em casa na pós-temporada

- A equipe de San Francisco vinha de uma sequência de 13 vitórias jogando a primeira partida em seu ginásio nos playoffs

- Com 21 bolas de três pontos, os Celtics foram o segundo time que mais converteu bolas do perímetro nas finais, atrás apenas do Cleveland Cavaliers, que fez 24 em 2017

- Klay Thompson ultrapassou LeBron James e agora é o segundo jogador que mais converteu bolas de três pontos na história dos playoffs, com 434. Steph Curry é o líder da estatística, com 537.

Últimas