Viña, primeiro reforço do Palmeiras no ano, deve chegar nesta quarta

Lateral participou de pré-temporada no Nacional desde dia 6, data da reapresentação do Verdão, e fará exames médicos antes de ficar à disposição

Viña foi escolhido melhor jogador do Campeonato Uruguaio em 2019

Viña foi escolhido melhor jogador do Campeonato Uruguaio em 2019

Reprodução Instagram

O primeiro reforço do Palmeiras na temporada deve desembarcar no Brasil nesta quarta-feira, mas ainda sem data definida para ficar à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo. O lateral-esquerdo Matías Viña se despediu do Nacional, do Uruguai, no sábado, e ainda passará por exames e pelo processo burocrático para validar seu contrato de cinco anos antes de poder estrear.

Existe a possibilidade de o uruguaio realizar os exames somente na quinta-feira. A princípio, ele não é esperado no Palmeiras nesta quarta-feira. Mas sua condição física não preocupa: Viña voltou das férias no Nacional no dia 6, mesma data do retorno do Verdão, e vinha participando sem qualquer limitação da pré-temporada do Nacional, inclusive de amistosos, até a conclusão da negociação, na sexta-feira passada.

O Palmeiras chegou até a liberar a participação de Viña, como pediram o jogador e o Nacional, para disputar a Supercopa do Uruguai, no sábado, diante do Liverpool local. Mas a partida serviu somente para homenagear o atleta, eleito o melhor do país na temporada passada. De qualquer forma, ficou claro que a condição física não deve ser um problema para utilizá-lo.

O foco do Verdão também estará em agilizar a inscrição do lateral-esquerdo como jogador do clube. A ideia é que ele ganhe ritmo ao longo do Campeonato Paulista para ter condições de ficar à disposição para a estreia do clube na Libertadores, marcada para 4 de março, contra o Tigre, na Argentina.

A lateral esquerda era uma posição que o Verdão entendia ser necessário reforçar e vinha mapeando o mercado. Guilherme Arana foi oferecido, e as condições não agradaram. Com o apoio do Centro de Inteligência do Palmeiras, a diretoria de futebol começou a analisar outros nomes, como o equatoriano Cristian Ramírez, do Krasnodar (RUS), o colombiano Johan Mojica, do Getafe (ESP), o paraguaio Blás Riveros, do Basel (SUI), além do próprio Viña, destaque do Nacional (URU), que acabou sendo o primeiro reforço para a temporada.

Ele chega ao Verdão com potencial para ser titular. Victor Luis tem sido o dono da lateral esquerda. Diogo Barbosa dominou o setor nas duas últimas temporadas, mas terminou 2019 como um dos mais xingados pelos torcedores. Na posição, o elenco ainda conta com Lucas Esteves, promovido da base.

Para ter Viña, o Palmeiras enfrentou forte concorrência com o Milan, que tinha até comprado passagens para o lateral de 22 anos ir à Itália. Atual campeão uruguaio, ele já atuou pela seleção principal, foi eleito o melhor jogador do Campeonato Uruguaio em votação envolvendo todos os técnicos e capitães das equipes participantes. Tornou-se profissional no Nacional e tem histórico nas categorias de base da seleção, sendo convocado para o time principal desde setembro. Já foi zagueiro, mas tem poder ofensivo e fez cinco gols em 2019.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Brasileiros dominam lista dos mais caros da Libertadores. Veja o Top-25