Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Verstappen domina de ponta a ponta e vence GP de Mônaco de Fórmula 1

Holandês adicionou mais um capítulo ao domínio da Red Bull na Fórmula 1 em 2023 e venceu o GP de Mônaco

Lance

Lance|Do R7


Lance
Max Verstappen aumentou a vantagem na liderança do campeonato (Foto: Red Bull Content Pool)

Dominando de ponta a ponta e sem ser ameaçado em nenhum momento, Max Verstappen venceu mais uma corrida na Fórmula 1 neste domingo, no GP de Mônaco. O holandês da Red Bull, que largou na pole, demonstrou mais uma vez o poder da equipe austríaca e não deu chances à concorrência.

Fernando Alonso fechou na segunda colocação, 28s atrás do bicampeão, enquanto Esteban Ocon se manteve em terceiro do início ao fim e completou o pódio — o primeiro da Alpine em 2023.

+ ATUAÇÕES: Gabigol erra pênalti, e Flamengo volta a decepcionar no Maracanã

A corrida, assim como esperado no GP de Mônaco, não teve grandes momentos de emoção entre os primeiros colocados — mesmo com a tão aguardada chuva. Verstappen segurou a primeira posição sem problemas na largada, apesar de um bom início de Alonso, e apenas abriu vantagem em relação ao pelotão a partir de então.

Publicidade

Carlos Sainz, entretanto, tentou trazer emoção à prova e acertou a traseira de Ocon em uma disputa na saída do túnel, em contato que danificou a asa dianteira de sua Ferrari. Apesar dos danos, o espanhol permaneceu na pista.

+ Cupom LANCEFUT com 10% OFF para os fanáticos por esporte em compras acima de R$299,90

Publicidade

A janela de paradas nos boxes não apresentou muitas alternâncias no cenário da corrida. A Alpine chegou a errar no pit-stop de Ocon, mas o francês conseguiu se manter à frente de Sainz e não foi prejudicado.

Na reta final da corrida, já após a 50ª volta, os pilotos começaram a se preocupar com a chegada da chuva. Cada vez mais, surgiam relatos pelos rádios de que algumas curvas já apresentavam um asfalto levemente molhado, enquanto as câmeras de transmissão mostravam claramente a água caindo.

+ Namorada de João Félix é flagrada com piloto de F1 em Mônaco

A partir daí, as dificuldades com a aderência se tornaram cada vez mais flagrantes, e Alonso foi o primeiro a ir aos boxes — para colocar pneus médios. Na 55ª volta, Sainz perdeu o controle do carro no segundo setor e foi ultrapassado por Charles Leclerc.

Neste momento, a Aston Martin percebeu o erro na parada de Alonso e chamou novamente o espanhol, que enfim entrou para colocar compostos para pista molhada. Ainda assim, conseguiu voltar em segundo.

No momento seguinte, a cena mais curiosa da corrida: a Ferrari precisou chamar seus dois pilotos ao mesmo tempo para colocar pneus de chuva, e Sainz teve que esperar a troca de Leclerc em fila indiana — uma repetição do ano passado, com a ordem dos pilotos invertida.

+ Chefe da Mercedes reforça prioridade na renovação de Lewis Hamilton na F1

A situação se complicou de vez para todos que ainda usavam compostos para pista seca, e Lance Stroll foi outro a perder o controle e ir no muro — ao contrário de Sainz, entretanto, o canadense precisou abandonar. Na volta seguinte, Kevin Magnussen foi no guard-rail da Rascasse, mas conseguiu continuar.

Todos os pilotos passaram a sentir muitas dificuldades com a pista molhada, e George Russell acabou punido após parar na zona de escape e voltar de maneira insegura à pista — acabou acertado por Sergio Pérez.

Apesar de todas as dificuldades, pouco mudou entre os primeiros colocados até o fim. Pela quarta vez em seis corridas, Verstappen venceu — até aqui, todas as provas terminaram com a Red Bull na primeira posição.

Além do pódio, formado por Verstappen, Alonso e Ocon, o top-10 ainda teve Lewis Hamilton, George Russell, Charles Leclerc, Pierre Gasly, Carlos Sainz, Lando Norris e Oscar Piastri, nesta ordem.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.