Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Veja trajetória de Matheus Donelli, substituto de Carlos Miguel no Corinthians

Goleiro possui apenas dez jogos como profissional no clube

Lance

Lance|Do R7


Matheus Donelli será titular do Corinthians na partida contra o Internacional, na quarta-feira (19), pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro assume a vaga de Carlos Miguel, suspenso após receber o terceiro cartão amarelo no clássico contra o São Paulo.

➡️ Tudo sobre o Timão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Corinthians

Cria do Terrão, Donelli chegou ao clube paulista em 2011 e deve receber sua primeira sequência na equipe profissional com a eminente saída do camisa 22, que está apalavrado com o Nottingham Forest, da Inglaterra, e deixará o Timão na próxima janela de transferências.

O atleta realizou sua estreia como profissional em 2021, no empate em 2 a 2 com o Palmeiras. Com apenas 18 anos e nove meses, ele se transformou no goleiro mais jovem a atuar pelo Timão em mais de 50 anos.

No entanto, apesar do feito, Donelli realizou apenas dez partidas pelo Corinthians desde a sua estreia. Ao todo, são cinco vitórias, dois empates e três derrotas. A última vez que esteve em campo foi em julho de 2022, na derrota por 3 a 1 para o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro.

Na última segunda-feira (17), inclusive, o Corinthians anunciou a extensão de contrato com o jogador, que passa a ter vínculo válido com o clube até junho de 2028. O valor da multa para transferências nacionais é de R$ 240 milhões, enquanto para internacionais é de R$ 100 milhões de euros (R$ 581 milhões, na cotação atual).

INÍCIO NO FUTSAL E SELEÇÃO BRASILEIRA

Nascido em maio de 2002, Donelli chegou ao Corinthians com oito anos e iniciou sua trajetória no Parque São Jorge como goleiro de futsal. Aos poucos, realizou a transição para o campo e se transformou em um dos principais destaques das categorias de base do clube.

O bom rendimento no Timão rendeu ao jogador convocações para as Seleções sub-17 e sub-20 do Brasil. Em 2019, conquistou o Mundial sub-17 e recebeu o prêmio Luva de Ouro (melhor goleiro da competição). Em 2023, participou do elenco que buscava uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris. No entanto, o Brasil terminou o Pré-Olímpico na terceira colocação e acabou fora do torneio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.