Lance Vasco tem apenas um goleiro para 2023 e sofre no mercado para achar um novo titular

Vasco tem apenas um goleiro para 2023 e sofre no mercado para achar um novo titular

Alexander, terceiro da posição na última temporada, é o único com contrato para o ano que vem

Lance
Lance

Lance

Lance

O Vasco vive um verdadeiro dilema no gol. Para o ano que vem, apenas o goleiro Alexander está confirmado. Thiago Rodrigues e Fintelman não terão os contratos renovados, enquanto Halls, com vínculo até o dia 30 deste mês, não foi procurado para renovar. Diante da indefinição, o Cruz-Maltino está no mercado, mas encontra dificuldade para contratar um novo camisa 1.

+ Vasco tem interesse em lateral-esquerdo do Corinthians

O Cruz-Maltino definiu alguns alvos, mas não obteve sucesso em suas investidas. O goleiro Keiller, do Internacional, aparece no topo da lista, mas o clube gaúcho faz jogo duro para liberar o jogador. O Vasco acenou com a possibilidade de pagar 3 milhões de euros (cerca de R$ 16,9 milhões). No entanto, o Colorado quer mantê-lo e vai valorizá-lo, oferencendo um reajuste salarial.

Com poucas opções no mercado nacional, o Vasco se voltou para o futebol europeu e sondou as situações dos goleiros Helton Leite, do Benfica, e Léo Jardim, do Lille. O jogador do clube português pretende continuar na Europa, o que dificulta qualquer possibilidade de negociação. Já o atleta do time francês vê com bons olhos um retorno ao Brasil.

Léo Jardim, de 27 anos, tem contrato com o Lille até junho de 2024, foi titular na última temporada, mas nesta está na reserva. O goleiro esteve no radar de outros clubes europeus, mas após cinco anos da Europa e com filho pequeno, voltar ao Brasil é a opção que mais o agrada. O clube francês está disposto a negociá-lo e os valores são semelhantes ao que Vasco propôs por Keiller.

Enquanto não contrata um goleiro, o Vasco tem, além de Alexander, os jovens Patrick e Cadu.

Últimas