Lance Vasco anuncia a implantação de um novo sistema de irrigação no gramado de São Januário

Vasco anuncia a implantação de um novo sistema de irrigação no gramado de São Januário

O Sistema de irrigação passa de 19 para 42 aparelhos que distribuem a água pelo campo. Os problemas com o gramado da Colina Histórica já foram alvos de críticas da torcida 

Lance
Lance

Lance

Lance

O Vasco anunciou o início da implantação de um novo processo no campo principal de São Januário. A mudança ocorre no sistema de irrigação, que passa de 19 aspersores para 42 aparelhos que distribuem a água pelo campo. Cabe salientar que os problemas com o gramado da Colina Histórica já foram alvos de críticas da torcida nas redes sociais em diferentes oportunidades.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro


Ainda segundo a nota, o Gigante da Colina explica que a maioria dos campos de futebol dos estádios brasileiros possuem 35 aspersores. O único diferente disso é o Maracanã, que passou por uma mudança devido à realização da Copa de 2014 e a regra de sombreamento da cobertura sobre o campo.

+ Pássaro celebra evolução do Vasco após mudança tática, mas avisa: 'De nada adianta oscilarmos tanto'

O Cruz-Maltino reforçou que o gramado da São Januário tem sua qualidade atestada como boa, sem buracos, com índice e medição dentro dos padrões solicitados: densidade, umidade, altura da grama e tração. Com a mudança, a cobertura do gramado será 100%, já que antes existiam partes que não eram contemplados pelos jatos d'água do sistema de irrigação.

Confira a nota do Vasco da Gama na íntegra

O Club de Regatas Vasco da Gama iniciou, nesta quinta-feira (15/07), a implantação de um novo processo no campo principal de São Januário. O sistema de irrigação existente no local continha apenas 19 aspersores tipo rotor, ou seja, menos da metade do que vai ser no novo sistema, que contará agora com 42 aparelhos.

Para o torcedor vascaíno entender de forma mais objetiva, aspersor é aquele aparelho que distribui água pelo campo de forma automatizada, normalmente visível antes ou no intervalo das partidas de futebol, quando a comissão técnica solicita aos agrônomos para “molharem o gramado”.

Atualmente os campos de futebol na maioria dos estádios pelo Brasil possuem 35 aspersores, com exceção para o Maracanã cujo sistema foi implantado com requinte na Copa de 2014, para superar toda a complexidade de necessidade de rega devido ao sombreamento da cobertura sobre o campo. São Januário terá, então, mais do que a média de cobertura, alcançando 100% do campo.

O novo sistema de irrigação terá equipamentos da Rain Bird (empresa que é referência mundial no assunto) e funciona por aspersão automatizada com aspersores escamoteáveis, válvulas solenoides e conjunto motobomba acionados por um controlador. O processo de cuidado do gramado continua sob supervisão da GreenLeaf, que presta serviços ao Patrimônio do Clube.

Importante informar também que atualmente, de acordo com técnicos especializados, o gramado da Colina Histórica tem sua qualidade atestada como boa, sem buracos, com índice e medição dentro dos padrões solicitados: densidade, umidade, altura da grama e tração. O novo sistema de irrigação, o constante e intenso trabalho de gestão realizado pelo Vasco, e o maior intervalo entre os jogos trará cada vez mais excelência no trato do tapete cruzmaltino.

Últimas