Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Van Dijk avalia pontos de melhora para Holanda e projeta mata-mata: 'Agora é pra valer'

Capitão da Laranja fez uma avaliação da fase de grupos e cobrou melhora da equipe, mesmo com a vitória

Lance|

Lance
Lance Lance

Com a vitória sobre o Qatar, por 2 a 0, a Holanda confirmou a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo como líder do Grupo A. Mesmo assim, o capitão Virgil Van Dijk cobrou melhora da equipe holandesa para o mata-mata, por conta da performance abaixo na fase inicial.

Para Van Dijk, a Holanda poderia ter entregado muito mais no Grupo A, mesmo que tenha terminado na primeira colocação. Apesar da cobrança, no entanto, o capitão elogiou a volta por cima no jogo contra o Qatar e projetou o mata-mata.

+ Copa do Mundo: Holanda melhora contra o Qatar, mas ainda está longe do ideal para as oitavas

- Agora é para valer. Queríamos criar confiança neste jogo e acho que conseguimos. Sabíamos que tínhamos que fazer melhor, especialmente depois do Equador. É claro que não podemos mais arcar com esse tipo de folga. Claro que poderia ser melhor hoje, mas você pode ver que não damos muito e mantemos o zero - disse, antes de completar:

Publicidade

- Houve momentos em que não dava certo e os espaços eram muito grandes no meio. Também perdemos a bola algumas vezes em posições de risco nos primeiros vinte minutos. A sensação ainda é de que podemos e devemos fazer melhor. Vamos trabalhar duro para isso. Talvez esta fase do torneio libere algo a mais para todos - finalizou, ao canal holandês "NOS".

+ Veja a tabela da Copa do Mundo

Agora, a Holanda treina até sexta-feira, quando se concentra exclusivamente nas oitavas de final da Copa do Mundo. O adversário da Laranja ainda não está definido e sairá do Grupo B. No momento, todas as seleções do certame ainda podem garantir uma vaga no mata-mata. São elas: Inglaterra, País de Gales, Estados Unidos e Irã.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.