Lance Titular diante do JEC, Foguinho quer Chape ligada nas três rodadas finais

Titular diante do JEC, Foguinho quer Chape ligada nas três rodadas finais

Meia que vem da base do clube entende que manter o ritmo de atuação é necessário para equipe entrar bem no mata-mata

Lance
Lance

Lance

Lance

Com mais uma atuação sólida na última rodada que resultou na imponente vitória fora de casa por 3 a 0 diante do Joinville, a Chapecoense segue 'sobrando' no Campeonato Catarinense e, com os resultados de complemento da rodada, já garantiu uma vaga na próxima fase do estadual.

>Em números, a campanha da Chapecoense no estadual

O confronto do último sábado (3) diante do JEC marcou a volta do meia Foguinho a equipe titular de Chapecó. O jovem atleta de apenas 20 anos de idade esteve entre os 11 iniciais nos dois primeiros jogos do ano mas, na volta do futebol catarinense, contraiu a Covid-19. Mesmo recuperado, ele não atuou nos três jogos em que esteve apto.

- Quem vem do banco já vem com o entendimento melhor do jogo, onde tem os espaços, quais as falhas do adversário e isso ajuda muito para quem entra. Assim como qualquer outro jogador quero sempre sair como titular, vou trabalhar muito para chegar na minha melhor forma física, conquistar meu espaço e, consequentemente, mais participação no jogo. Independente de titular ou reserva, trabalho para estar bem e ajudar a equipe - disse.

Restando três jogos para o término da primeira fase e já classificados, Foguinho quer que o time mantenha o nível de atuação apresentada para manter a liderança no campeonato.

- Nossa equipe vem entendendo bem o que é passado pelo Umberto, todo mundo vem treinando muito forte, fazendo parte desse processo de rodízio e tendo minutos para jogar. Já estamos classificados a próxima fase devido ao esforço de todos. Nessas próximas rodadas, independente de quem jogue, esperamos manter esse nível de atuação que a gente vem tendo para nos mantermos nessa primeira colocação até o fim da fase - concluiu.

Promovido ao time profissional após a Copa São Paulo do ano passado, o meia cavou seu espaço no elenco do Verdão em meio a disputa da Série B e tem ótimos números como profissionais. Em 30 partidas disputadas, além de ter anotado cinco gols, ele soma o altamente positivo retrospecto de 18 vitórias, 11 empates e apenas uma derrota.

Últimas