Lance Tite afirma que Seleção usará força máxima e projeta duelo acirrado com o Chile na Copa América

Tite afirma que Seleção usará força máxima e projeta duelo acirrado com o Chile na Copa América

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, comandante diz que tentará levar a campo uma equipe equilibrada para duelo de 'muita grandeza' pelas quartas de final

Lance
Lance

Lance

Lance

O técnico Tite reforçou que a Seleção Brasileira terá um desafio árduo diante do Chile nas quartas de final da Copa América. Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, véspera do confronto no Nilton Santos, o comandante canarinho não deu pistas sobre o time titular mas indicou que, após a primeira fase, o momento é de levar a campo a força máxima no torneio.

- Oportunizamos as situação e agora queremos uma equipe equilibrada, que mantenha a média de gols e a criação. Prefiro a análise qualitativa à quantitativa. Temos sete, oito chances no gol, posse de bola e efetividade. Temos média de 2,3 gol por partida. Associado a isso a solidez defensiva, temos 0,5 gol sofrido em quatro jogos. Nesse equilíbrio da equipe, projetamos agora esse duelo com o Chile - declarou.

Em seguida, Tite fez um balanço sobre a fase inicial da Seleção Brasileira, na qual "rodou" o grupo.

- Os objetivos eram de desempenho e foram de resultados na primeira etapa. Construímos três vitórias e um empate. Utilizamos todos nossos atletas, que era nosso objetivo, para que se oportunizasse a qualidade e todos estivessem preparados para estes enfrentamentos - disse.

O treinador descartou que o mau momento do Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo torne o confronto menos complicado.

- O Chile é bicampeão da Copa América, nas duas anteriores ao que o Brasil foi bicampeão em 2019 - disse.

O auxiliar César Sampaio complementou reforçando a competividade chilena.

- São jogadores acostumados a performar em adversidade, jogam bem principalmente no meio de campo, onde têm imposição técnica e vêm de empates consideráveis contra Uruguai e Argentina. Estamos atentos também para algumas variações táticas - afirmou.

Tite também descartou transformar no jogo um teste para a Copa do Mundo de 2022.

- Eu, sinceramente, não estou pensando em Copa do Mundo. Estou pensando em caráter físico, técnico e emocional. Tem uma grandeza do jogo que é muito maior - declarou.

Últimas