Lance Time B do Santos é goleado pelo Botafogo-SP e fica em 2º no grupo

Time B do Santos é goleado pelo Botafogo-SP e fica em 2º no grupo

Já classificado ao mata-mata do Paulistão, o Alvinegro perdeu de 4 a 0, em noite inspirada de Rafael Costa; Santos decide vaga nas semis fora de casa

Classificado antecipadamente ao mata-mata do Campeonato Paulista, o Alvinegro perdeu de 4 a 0, em noite inspirada de Rafael Costa. Santos decide vaga nas semis fora de casa

Com time reserva, o Santos, em noite trágica, foi facilmente superado pelo Botafogo, nesta quarta-feira (20), em Ribeirão Preto, em partida da última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista: 4 a 0 com gols de Rafael Costa (três) e Erick Luis.

Veja também: Há vida sem Derlis? Atacante tem números expressivos no início de 2019

Com o resultado, o Alvinegro praiano, que já estava classificado para as quartas de final do Estadual, termina em segundo no grupo A, com 23 pontos e pega o primeiro, RB Brasil, no próximos fim e meio de semana, mas o Alvinegro decidirá a vaga fora de casa. A derrota também tirou do Santos a possibilidade de terminar em primeiro na classificação geral da primeira fase.

COSME RÍMOLI: Taça do Mundial do Corinthians volta a ser penhorada

Gol relâmpago
Classificado antecipadamente ao mata-mata do Campeonato Paulista, o Santos de Sampaoli parecia desinteressado na partida, embora ela valesse a liderança do grupo A e talvez o primeiro lugar do geral. Já o Botafogo entrou com medo do rebaixamento e com a vida em campo. E a Pantera foi recompensada por isso logo no primeiro minuto, quando Marlon Freitas cruzou para Rafael Costa marcar de cabeça.

Leia mais: Em dia de homenagens, Santos perde para o Novorizontino

Botafogo logo amplia
O Tricolor do interior manteve-se no ataque, pressionando a saída de bola. Como esta é uma estratégia que exige muito fisicamente, não foi diferente com o Botafogo, que viu o Santos crescer e Matheus Ribeiro chutar da entrada da área. Mas quem marcou foi o Bota. Aos 18, Naylhor bateu escanteio e Erick Luis ampliou.

A partir daí, a partida ficou definitivamente equilibrada nas oportunidades, mas não nos gols.... Aos 38, Marlon Freitas passou facilmente por Gustavo Henrique, mas chutou por cima. O Santos respondeu com uma cabeçada do próprio zagueiro na trave.

Virou passeio
Lembra do tal desequilíbrio de gols no placar? Pois bem. Ficou maior aos cinco do segundo tempo, quando o Bota puxou contra-ataque e a bola sobrou livre para Rafael Costa fazer o terceiro do Tricolor.

O Santos foi para cima, enquanto o time da casa pro contra-ataque. Em um deles, aos 32, Lucas Veríssimo foi expulso e aí o Botafogo voltou a gostar da partida. Aos 42, Rafael Costa marcou o terceiro dele, após ótimo passe de Wellington Bruno.