Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Thiago Wild responde a processo por violência doméstica e ex cutuca: 'Espero que a Justiça seja feita'

Thayane Lima acusa o tenista que venceu o número 2 do mundo Roland Garros de violência doméstica e psicológica

Lance

Lance|Do R7


Wild comemora vitória sobre Medvedev
Wild comemora vitória sobre Medvedev

A ex-companheira do paranaense Thiago Seyboth Wild, número 3 do Brasil e 172º do mundo, a biomédica e influencer Thayane Lima, parabenizou o ex pelas redes sociais, mesmo com um processo aberto contra ele - em que ela o acusa de violência doméstica. O brasileiro venceu o número dois do mundo, o russo Daniil Medvedev, na última terça-feira (30), pelo torneio de Roland Garros, maior vitória da carreira dele.

"Se ele deixou de fazer tudo que vinha fazendo e passou a se dedicar 100% ao esporte, o resultado não é nada além do esperado, né? Porque quando você se dedica a uma coisa, você colhe frutos bons. Parabéns por essa vitória. Espero que ele tenha melhorado como pessoa", iniciou seus stories Thayane Lima.

A jovem ainda pontuou que não gostaria de "fazer barraco" nas redes: "Estou em outra vibe. Já faz mais de um ano. As coisas já mudaram, Minha vida já mudou", e seguiu: "É claro que não dá pra esquecer o que aconteceu, não tem como. A justiça já está cuidando disso".

A influencer ainda destacou que quando fez as acusações, tinha provas contra o ex e as mesmas foram aceitas pelo MP-RJ. "Agora, o que vai acontecer com ele e a carreira dele não cabe a mim. O processo já está rolando e eu espero que a justiça seja feita, embora a gente saiba que demora".

Publicidade

Thayane ainda recordou que acredita na "justiça dos homens" e na "justiça de Deus": "as vezes uma pode falhar, mas a outra nunca falha", apontou.

. Compartilhe esta notícia pelo whatsapp

Publicidade

. Compartilhe esta notícia pelo telegram

"A última coisa que eu queria dizer: 'me choca um pouco. Todo mundo viu o que aconteceu, eu mostrei aqui pra vocês. E de repente a pessoa ganha dois ou três jogos e todo mundo simplesmente esquece o que a pessoa fez. Esse é o nível de importância que as pessoas, no Brasil, dão para a violência doméstica", finalizou ela.

Entenda o caso

Thayane Lima foi namorada de Wild e chegou a morar e ser sustentada pelo ex - o que configura elacionamento estável similar ao casamento. Em 2022, a influencer utilizou suas platafomas digitais para denunciar traições e humilhações por meio de mensagens por parte do tenista e até de familiares seus.

Com a escalada de exposição, Thayane Lima afirmou ter sido ameaçada e agredida vebalmente por mensagens por parte do tenista. A jovem pocurou a polícia, que após recolhe depoimentos da jovem, de testemunhas e também provas como mensagens, apresentou uma denúncia de crime po violência doméstica física e psicológica contra o tenista.

O processo e as povas foram aceitas pelo Ministéio Público do Rio de Janeiro, onde o casal morava. Desde a aceitação do processo em junho de 2022, o MP-RJ não consegue convocar o tenista para depoimento, pois o mesmo mudou-se para a Espanha para treinar. Sem endereço físico no Brasil, o tenista não pode receber a intimação para seu depoimento no processo.

O MP-RJ tentou entregar a intimação de depoimento ao brasileiro mas ele não foi encontrado.

Em 7 cliques! Saiba como foi a vitória do brasileiro Thiago Wild em Roland Garros

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.