Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Suplementação no MMA: nutricionista Paulo Peçanha analisa dieta nutricional de lutadores

Proteínas, lipídeos e carboidratos devem estar equilibrados de forma individual para trazer o máximo de benefícios à performance

Lance

Lance|Do R7


Lance
Paulo Peçanha / Crédito: Divulgação

A suplementação nutricional tem sido um tema amplamente discutido e utilizado por diversos atletas de vários esportes. Um deles é a arte marcial. Os lutadores, sejam eles de MMA, boxe, judô ou outras modalidades, buscam com frequência maneiras de otimizar seu desempenho atlético e melhorar sua recuperação. Uma dessas formas é a utilização de suplementos.

Porém, o nutricionista Paulo Peçanha faz um alerta: a suplementação não subestituir uma alimentação equilibrada e adequada às necessidades nutricionais individuais de cada lutador. Segundo ele, uma dieta bem planejada, adaptada às demandas energéticas e nutricionais do treinamento para competições, é a base para um desempenho esportivo eficaz.

“A suplementação é apenas um complemento, quando necessário, e deve ser utilizada com cautela, sempre com orientação de um profissional de saúde habilitado, como um nutricionista esportivo. O lutador deve sempre consultá-lo para que não tome nenhuma decisão equivocada. Isso pode ocasionar em problemas sérios. Mas, é evidente que há suplementos que colaboram com o desempenho do atleta”, comentou.

A adequação dos macronutrientes como carboidratos, lipídeos e proteínas é fundamental para a performance o lutador. Ainda de acordo com Paulo Peçanha, eles são macronutrientes essenciais para o funcionamento adequado do organismo e desempenham papéis importantes e distintos na nutrição esportiva, inclusive para os lutadores.

“Antes de qualquer decisão de suplemento, a consulta com um nutricionista esportivo é fundamental para avaliar as necessidades individuais de cada lutador e determinar se a suplementação é necessária, além de orientar na escolha dos suplementos adequados, dosagens e horários de consumos. É ainda mais recomendável a utilização de suplementos com eficácia comprovada por estudos científicos, de marcas confiáveis e registrados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)”, completou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.