Souza admite querer voltar ao Vasco e diz que não faz questão de jogar no Flamengo

Volante classifica como 'ingratidão' atuar pelo rival da equipe que o revelou para o futebol; jogador disse que Allan Kardec, o Alex, o Coutinho também querem voltar para a Colina

Lance

Lance

Lance

O volante Souza, atualmente no Al Ahli, na Turquia, não esconde o desejo de retornar ao Vasco no futuro. Em entrevista à "Fox Sports", o jogador afirmou que a volta pode estar mais perto. Além disso, revelou outras crias de São Januário que também desejam vestir a camisa cruz-maltina mais uma vez.

- A gente sabe que não é fácil. Para mim é um pouco mais tranquilo poder voltar ao clube porque, daqui um ano, meu contrato acaba, mas a gente sabe que outros jogadores que têm esse desejo, como o Allan Kardec, o Alex, o Coutinho, de repente, é uma situação mais difícil. Espero um dia reunir novamente essa galera toda no clube que nos criou para que a gente possa colocar o Vasco no seu devido lugar novamente. A gente sabe que não é fácil, mas é algo que a gente pretende - disse.

Enquanto esteve no Brasil, Souza atuou também por São Paulo e Grêmio. No entanto, sobre a possibilidade de vestir a camisa do Flamengo, o volante foi sincero. Ele afirmou não ter motivos para atuar no rival e avaliou como "ingratidão".

- Não tenho necessidade (de jogar no Flamengo), sou profissional, jogaria em qualquer clube, mas não vejo a necessidade de jogar no Flamengo. Estou fazendo meu pé de meia, tenho uma imagem com o Vasco. O Vasco me deu comida, me formou, seria ingratidão com o Vasco. Quero muito voltar ao clube que me revelou - afirmou.

Ainda sobre o Flamengo, Souza falou sobre o sucesso de Jorge Jesus no clube e não se mostrou surpreso. Para o atleta, o Rubro-Negro não teria o mesmo êxito sem o português.

- Eu sei da qualidade que ele tem como treinador. Eu sabia que ele conseguiria implantar no Flamengo o que nenhum treinador brasileiro conseguiu até o momento, porque ele cobra demais. Eu sabia que, no Flamengo, ele ia dar certo, pelas peças que ele tem em mãos e pela forma de trabalhar dele, que exige o perfeccionismo o tempo todo.

- O Flamengo é uma equipe top, qualificada, diferenciada no Brasil, só que, se não tivesse um treinador como o Jorge Jesus, não teria o sucesso que está tendo. Acho que, de repente, saindo o Jorge Jesus, outro perfil que encaixaria muito bem aí seria o Jorge Sampaoli. Agora, fora isso, tenho minhas dúvidas se o Flamengo seria o mesmo sem um desses dois treinadores que mencionei - completou.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, Jorge Jesus está em Portugal para ficar mais perto da família. O contrato com o Flamengo vai apenas até junho deste ano e as partes conversam sobre a renovação. Para Souza, a torcida é para que o treinador retorne ao futebol europeu.

- Até agora estou torcendo para que ele vá embora. Eu continuo torcendo para que algum clube europeu pegue ele de volta - brincou.