Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Southgate lamenta eliminação da Inglaterra na Copa, defende Kane e deixa futuro em aberto

Treinador tem contrato até o fim de 2024. Associação Inglesa quer permanência do profissional, mas ele ainda vai avaliar sequência...

Lance

Lance|Do R7


Lance
Gareth Southgate dirigiu a seleção inglesa nas Copas de 2018 e 2022 (Foto: EFE/EPA/Noushad Thekkayil)

O técnico Gareth Southgate não garantiu se permanecerá no comando da seleção da Inglaterra após a eliminação na Copa do Mundo para a França, nas quartas de final, disputada neste sábado (10). O profissional tem contrato até dezembro de 2024, mas deixou em aberto para refletir sobre o seu futuro após o Mundial.

- Depois de cada torneio, revisamos e refletimos. Precisamos de um pouco de tempo para garantir que todos tomem as decisões certas - afirmou o profissional após o revés.

+ ATUAÇÕES: Kane manda pelos ares chance de classificação da Inglaterra nas quartas da Copa do Mundo; veja notas

Internamente, a direção da Associação de Futebol da Inglaterra (FA) já decidiu que quer a manutenção de Southgate até a Eurocopa de 2024, que será disputada na Alemanha. Assim, a decisão agora é exclusiva do treinador. Southgate chegou a sua segunda Copa à frente do English Team, sendo o primeiro a atingir o feito desde o sueco Sven Göran Eriksson, que comandou os ingleses nos Mundiais de 2002 e 2006.

Publicidade

Gareth Southgate lamentou bastante a desclassificação para a seleção francesa, que é atual campeã da Copa e está em busca do bicampeonato consecutivo.

- Viemos para tentar ganhar o torneio. Acreditávamos que podíamos e mostramos em nosso desempenho esta noite contra os campeões em título, que temos um time que poderia ter feito isso - destacou o comandante inglês.

Publicidade

+ Confira a tabela da Copa do Mundo e simule os jogos da competição

Southgate disse que os seus atletas chegaram ao limite do desempenho nesta campanha da Copa do Mundo. Por fim, foram três vitórias, um empate e a derrota para a França nas quartas de final, que acabou com o sonho dos ingleses de voltarem a vencer um Mundial após 56 anos.

Gareth Southgate - Inglaterra x França
Gareth Southgate - Inglaterra x França

Inglaterra consolou os seus jogadores após eliminação na Copa do Mundo (Foto: EFE/EPA/Ronald Wittek)

- Nosso desempenho merecia melhor. Os gols são decisivos, mas acabei de dizer aos jogadores, acho que eles não poderiam ter dado mais. Acho que eles jogaram muito bem contra um time de ponta. Há pequenas margens, coisas em ambos os lados que acabaram decidindo o jogo, mas a maneira como os jogadores progrediram como um grupo ao longo deste torneio foi fantástica. Na maioria dos grandes momentos estivemos no lugar certo. Tivemos mais chutes a gol. Mas é um jogo de boas margens - declarou o treinador.

Southgate evitou crucificar Harry Kane, que se tornou o grande vilão da eliminação dos Três Leões. Craque do time, o atacante isolou um pênalti aos 40 minutos do segundo tempo, que poderia ter empatado o placar e levado a partida para a prorrogação.

Harry Kane e Garath Southgate
Harry Kane e Garath Southgate

Gareth Southgate consola Kane após eliminação inglesa na Copa (Foto: EFE/EPA/Rungroj Yongrit)

- Para mim, ganhamos e perdemos como um time. Deixamos passar alguns gols e perdemos algumas chances. Então, ele tem sido incrível para nós, tão confiável nesse tipo de situação. Não estaríamos aqui se não fosse pelo número de gols que ele marcou para nós - disse.

Assim como Harry Kane, Gareth Southgate também tem um pênalti perdido que ficou marcado na história da Inglaterra quando ainda jogava. O então zagueiro perdeu a décima batida da disputa contra a Alemanha na semifinal da Eurocopa em 1996, em pleno estádio Wembley, em Londres. A competição era a chance dos ingleses venceram um grande torneio depois de 30 anos. Porém, o jejum segue até hoje.

No ano passado, a seleção inglesa, dirigida por Southgate, teve outra grande chance de quebrar a sina negativa, mas novamente em uma disputa por pênaltis perdeu a final da Euro, dessa vez contra a Itália.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.