Lance Sonho antigo de Tite: lembre técnicos que, após deixarem a Seleção, foram para a Europa

Sonho antigo de Tite: lembre técnicos que, após deixarem a Seleção, foram para a Europa

Veja como se saíram outros comandantes da equipe canarinha após Mundiais 

Lance
Lance

Lance

Lance

Por mais que os próximos passos de Tite sejam uma incógnita, há uma meta antiga do treinador: estar à frente de uma equipe da Europa. Ver um técnico encerrar seu ciclo da Seleção Brasileira e desbravar o Velho Continente não seria inédito na história canarinha. Há algumas lembranças de quem optou por esta trajetória.

Em entrevista ao LANCE! no dia 14 de outubro deste ano, Tite afirmou que não treinará nenhum clube brasileiro em 2023. Ainda está em aberto seu futuro após a eliminação nas quartas de final da Copa do Qatar com a Seleção Brasileira.

SEBASTIÃO LAZARONI

Sebastião Lazaroni - 1989

Sebastião Lazaroni - 1989

Lance

Lazaroni: trabalho na Fiorentina após a Copa de 1990 (Foto: Divulgação)

A Seleção Brasileira viu seu sonho de conquistar a Copa do Mundo de 1990 abreviado de maneira traumática. Após engatar três vitórias consecutivas na primeira fase, a equipe canarinha amargou uma derrota por 1 a 0 para a Argentina e se despediu do Mundial.

Porém, um clube do país-sede já estava atento ao trabalho do seu treinador. Sebastião Lazaroni estava apalavrado com a Fiorentina e, assim que o Brasil foi eliminado, mudou-se para Florença.

Em sua trajetória, confiou em Dunga como capitão e líder da Viola. Teve como grande feito uma vitória por 1 a 0 sobre a Juventus de Roberto Baggio e, em meio a uma campanha oscilante, conseguiu tirá-la do rebaixamento na temporada de 1989/1990. Foi mantido no cargo e contou no ano seguinte contou com reforços como o lateral Mazinho e o atacante Batistuta. Porém, em meio a maus resultados, deixou o cargo.

Lazaroni ainda teve outra passagem na Itália, comandando o Bari. Mais tarde, conduziu clubes como Fenerbahçe, Marítimo, além de equipes e seleções em outros continentes.


CARLOS ALBERTO PARREIRA

Carlos Alberto Parreira - Morací Sant

Carlos Alberto Parreira - Morací Sant

Lance

Parreira: passado o tetra, luta foi no Valencia (Reprodução TV

Antes da Seleção Brasileira estrear na Copa do Mundo de 1994, Carlos Alberto Parreira havia selado acordo para mudar de ares. O treinador que conduziu o Brasil ao tetracampeonato transferiu-se para o Valencia logo em seguida.

O clube espanhol investiu pesado, contratando o brasileiro Mazinho, o goleiro espanhol Zubizarreta e o atacante russo Salenko. Mas o Valencia não decolou: sua campanha era decepcionante e estava no meio da classificação quando Parreira foi demitido em junho de 1995. O último jogo foi um empate em 0 a 0 com o Albacete pelas semifinais da Copa do Rei.

Posteriormente, Parreira comandou a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2006. No Mundial seguinte, comandou a África do Sul.

LUIZ FELIPE SCOLARI

Felipão dirigindo Portugal na Copa do Mundo de 2006

Felipão dirigindo Portugal na Copa do Mundo de 2006

Lance

Felipão comandou a seleção portuguesa após o penta (AFP)

Passado o pentacampeonato, Felipão recebeu uma grande proposta para continuar na Europa. Coube a ele a missão de comandar a seleção de Portugal e guardou boas lembranças.

Os lusos repetiram a façanha de Eusébio & Cia., chegaram às semifinais da Copa de 2006 e ficaram com a quarta colocação. Também foram à decisão da Eurocopa, mas perderam para a Grécia. Scolari ainda teve passagem pelo Chelsea.

Desembarque da Seleção Brasileira - Tite

Desembarque da Seleção Brasileira - Tite

Lance

Tite agora tirará um período de descanso. Depois, projetará futuro (Foto: João Marcos Santana / LANCE!)

Tite aproveitará o fim de ano para descansar com a esposa e os familiares. Posteriormente, terá reuniões para definir seu futuro.

Últimas