Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Son e Lee fazem as pazes após briga na Copa da Ásia por causa de jogo de pingue-pongue

Confusão aconteceu na concentração da seleção da Coreia do Sul antes de jogo decisivo

Lance|

Lance
Lance Lance (Lance)

Os sul-coreanos Lee Kang-in, do PSG, e Son Heung-min, do Tottenham, fizeram as pazes nesta quarta-feira (21) após briga por causa de um jogo de pingue-pongue antes da partida que resultou na eliminação da Coreia do Sul pela Jordânia na semifinal da Copa da Ásia.

Segundo o jornal "The Sun", da Inglaterra, Son, capitão da Coreia do Sul, teria discutivo com outros jogadores que deixaram o jantar mais cedo na concentração para jogar pingue-pongue. Son estaria incomodado com a falta de foco dos mais jovens no torneio. De acordo com o "The Athletic", o capitão teria sido duro na fala e recebeu uma resposta firme de Lee. Houve uma confusão, em que Lee afirma ter sido empurrado por outro atleta. Son tentou separar os jogadores e acabou sofrendo lesão em um dos dedos da mão direita.

➡️Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

- Enquanto capitão da seleção coreana, peço sinceras desculpas. Lamento ter causado problemas e vou trabalhar ainda mais para fazer a seleção crescer. O Kang-in foi bastante criticado depois deste incidente. Por favor perdoem-no. Vou tomar conta dele - disse Son.

Continua após a publicidade

Em seu perfil no Instagram, Lee Kang-in reforçou o pedido de desculpas, após ir à casa de Son.

- O meu comportamento criticável deixou o meu irmão Son, toda a equipe e os torcedores muito decepcionados. Achei que era importante visitá-lo e agradeço a ele pela recepção calorosa e pela resposta à minha visita a Londres. No jantar, tive um comportamento que não devia ter tido. Pedi desculpas a toda a comitiva - escreveu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.