Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Sergio Ramos manda recado a Elon Musk após determinação de cobrança por selo de verificado no Twitter

Zagueiro do PSG marca o perfil do empresário na rede social e faz questionamento sobre prioridades da plataforma

Lance|

Lance
Lance Lance

O zagueiro Sergio Ramos, do Paris Saint-Germain, mandou um recado a Elon Musk após o bilionário mudar a política de verificação no Twitter - agora, o usuário precisa pagar para ter o selo de verificado na rede social. Em publicação nesta sexta-feira, o espanhol marcou o perfil do empresário e mostrou prints de comentários de ódio que recebe na internet para questionar o CEO da plataforma sobre as suas prioridades.

- Elon Musk, eliminar selos azuis, forçar pagamento e fazer dinheiro é uma estratégia. Eliminar o ódio, promover o respeito e fazer do Twitter um lugar melhor é outra. Só dizendo... - escreveu.

+ Nem Cristiano Ronaldo escapou: veja clubes e jogadores(as) que perderam o verificado no Twitter

No post, Sergio Ramos colocou os prints de dois comentários de ódio recebidos, mas borrou o nome dos usuários responsáveis por enviá-los. Em um deles, um perfil diz que deseja a morte da família do jogador, e, no outro, são direcionados xingamentos aos familiares do zagueiro espanhol.

Publicidade

+ Editora responsável por 'entrevista fake' com Schumacher em revista alemã é demitida

SOBRE O SELO DE VERIFICAÇÃO

Publicidade

O selo azul pago foi lançado para ajudar o Twitter a aumentar sua receita. Até então, a rede social usava o selo para indicar, segundo informado nas políticas de utilização da plataforma, “contas ativas, notáveis e autênticas de interesse público que o Twitter havia verificado independentemente com base em determinados requisitos”.

O selo de verificação permite que os usuários tenham acesso a recursos diferentes e aumenta o alcance do perfil. Algumas personalidades do mundo do esporte não gostaram da mudança promovida por Elon Musk. Astro do basquete, LeBron James foi um dos que disse que não pagaria pelo selo azul, mas o próprio CEO do Twitter optou por pagar pessoalmente pela identificação do perfil do atleta.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.