Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Seleção Feminina: Marta inicia caminhada em sua última Copa do Mundo

Estrela do futebol feminino, Rainha se despede dos Mundiais em meio a renovação do time brasileiro

Lance

Lance|Do R7

Lance

Aos 37 anos, Marta Vieira da Silva vai disputar sua sexta e última Copa do Mundo pela Seleção Brasileira feminina de futebol. A craque lidera uma geração recheada de esperanças de um futuro melhor para a modalidade e sonha com o título inédito no Mundial. A Rainha é o elo entre o novo e o time vice-campeão do mundo em 2007 e medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de 2004 e de 2008.

+ Copa do Mundo Feminina 2023: onde será sede, data e países classificados

Marta tem a responsabilidade de liderar a equipe dentro de campo, sendo a mais experiente das convocadas pela técnica Pia Sundhage. A camisa 10 vai disputar sua primeira Copa do Mundo sem Formiga e Cristiane, outros pilares de uma geração marcante do futebol feminino brasileiro.

CAMINHADA EM COPAS DO MUNDO

Publicidade

Marta é dona de uma marca incontestável. Com 17 gols, a Rainha é a maior artilheira da histórias das Copas do Mundo, incluindo a modalidade masculina. Eleita melhor do mundo em seis oportunidades, Marta foi convocada para a disputa dos Mundiais de 2003, 2007, 2011, 2015, 2019 e 2023.

+ Copa do Mundo Feminina 2023: veja dias, horários dos jogos e o grupo da Seleção Brasileira

Publicidade

Seu primeiro gol em Copas do Mundo foi em uma vitória por 3 a 0 diante da Coreia do Sul, na edição de 2003. O Mundial em que Marta mais balançou as redes foi o de 2007, onde marcou quatro gols. Naquela edição, o Brasil chegou até a final, mas perdeu para a Alemanha por 2 a 0 em Xangai, na China.

SÍMBOLO DE UMA GERAÇÃO

Publicidade

Em 2023, Marta chega para sua última Copa do Mundo com o status de ícone do futebol feminino brasileiro e mundial. Contudo, por não contar com a companhia de outras veteranas como Formiga e Cristiane, a Rainha fará a "passagem de bastão" para a nova geração da Seleção Feminina, que sob o comando da técnica Pia Sundhage, é recheada de atletas jovens e de muito potencial.

+ O Brasil já ganhou a Copa do Mundo Feminina? Confira as maiores campeãs

Como referência, Marta é uma das grandes estrelas desta Copa. O legado de uma das melhores jogadoras de todos os tempos já está escrito e a Rainha se despede dos gramados ao fim de seu contrato com o Orlando Pride. Após isso, Marta pretende realizar o grande sonho de sua vida pessoal, ser mãe.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.