Lance Seleção feminina de base do Afeganistão consegue fugir do país

Seleção feminina de base do Afeganistão consegue fugir do país

Jovens atletas foram proibidas de praticar esportes pelo regime do Talibã e estavam escondidas antes de chegar ao Paquistão

Lance
  • Lance | por Lance

Jogadoras da base afegã fugiram do país

Jogadoras da base afegã fugiram do país

Lance

A seleção feminina de base do Afeganistão conseguiu fugir do país, nesta quarta-feira (15), e chegar ao Paquistão para poder continuar treinando.

De acordo com rede britânica BBC, as jovens atletas foram amparadas pela ONG Football for Peace (Futebol pela Paz), que arrumou passaportes junto ao governo paquistanês.

As meninas foram impedidas de praticar esportes em seu país desde a chegada do Talibã ao poder.

As jogadoras chegaram na cidade paquistanesa de Pexauar, e agora seguem a caminho de Lahore, onde ficarão hospedadas na sede da Federação Paquistanesa de Futebol. Ao todo, 115 pessoas, entre atletas e familiares, conseguiram chegar ao Paquistão.

A equipe principal já havia conseguido sair do país em agosto deste ano, depois de um pedido de socorro de Shabnam Mobarez, capitã da seleção adulta feminina do Afeganistão. As atletas da base, contudo, tiveram que permanecer escondidas até resolverem problemas nas documentações.

No início de setembro, o líder da Comissão Cultural do Talibã, Ahmadullah Wasiq, reforçou que as mulheres não poderão praticar esportes no Afeganistão tomado pelo Talibã. Wasiq explicou que o governo tomou essa decisão para evitar que mulheres "sejam expostas".

Gabriel Medina aumenta lista de brasileiros tricampeões mundiais

Últimas