Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Seleção Brasileira: Ramon explica conversa com clubes para liberação de atletas e projeta Mundial Sub-20

Em entrevista ao LANCE!, treinador agradece esforço de clubes e atletas para liberação para o torneio e diz que não lamenta nomes que...

Lance|

Em busca do hexacampeonato da Copa do Mundo Sub-20, a Seleção Brasileira está convocada para o torneio da Fifa, que acontecerá na Argentina, entre os dias 20 de maio e 11 de junho. Nesta sexta-feira, após anunciar a lista, o treinador Ramon Menezes falou em entrevista ao LANCE! e explicou como foi a conversa com os clubes para conseguir a liberação dos jogadores.

- A gente tem um relacionamento bom com os clubes. Fizemos a última preparação, ontem tive a oportunidade de reunir com o Branco (coordenador da base) e ligamos para os clubes para conseguir a liberação dos atletas. Agradecemos aos clubes que entenderam a importância do atleta estar vestindo a camisa da Seleção Brasileira e agora temos que passar confiança - disse o técnico. Veja o vídeo no player acima.

+ Veja a tabela e os jogos do Campeonato Brasileiro 2023

Apesar de ser uma competição oficial da Fifa, o Mundial Sub-20 não faz parte da chamada Data Fifa, onde os clubes são obrigados a liberar atletas para suas respectivas seleções. Por isso, cada entidade precisa negociar com os clubes. No Sul-Americano no início do ano, a CBF teve problemas com alguns jogadores que não foram cedidos.

Publicidade
Ramon Menezes - Seleção Brasileira - Brasil - CBF
Ramon Menezes - Seleção Brasileira - Brasil - CBF Ramon Menezes - Seleção Brasileira - Brasil - CBF

Ramon Menezes conquistou o Sul-Americano Sub-20 com a Seleção em 2023 (Foto: João Santana / LANCE!)

O Brasil voltará a disputar o torneio depois de anos, já que ficou de fora em 2017 e 2019. Em 2021, a competição não foi disputada em virtude da pandemia da Covid-19. Ramon Menezes falou sobre a responsabilidade da Seleção Brasileira, mas lembrou também que a pressão diminuiu com a conquista do Sul-Americano Sub-20.

Publicidade

- A gente carregava a responsabilidade também de não sermos campeões do Sul-Americano desde 2011 e é a mesma coisa no Mundial. Ficamos de fora os últimos dois, mas essa responsabilidade vem com o nosso trabalho e temos uma confiança muito grande nos 21 atletas convocados - afirmou o comandante.

+ É na terça! Veja os times e regras para o sorteio das oitavas da Copa do Brasil 2023

Publicidade

Por fim, Ramon Menezes disse que não lamenta as ausências de nomes como Vitor Roque, Endrick e Alexsander, que não foram liberados por Athletico-PR, Palmeiras e Fluminense, respectivamente, e citou que os jogadores chamados podem dar conta do recado.

- Gostaria que fossem 23 atletas, ou até mesmo o que a Fifa fez na Copa do Mundo principal, com 26 jogadores. Não sou de lamentar a ausência de ninguém, prefiro enaltecer os que estão aqui. Fizemos uma convocação assertiva para não termos nenhum tipo de desconvocação. Agora é trabalhar e focar, estudar nossos adversários. Temos uma chave difícil por não sermos cabeça de chave. É trabalhar muito para alcançarmos nosso objetivo. São sete finais para alcançarmos o objetivo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.