Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Sedes sociais do Corinthians são pichadas com ameaças: 'Bater na cara de torcedor é fácil'

Presidente Augusto Melo e a diretoria da base são os principais alvos do protesto

Lance

Lance|Do R7


Imagem da notícia

O clima segue tenso no Corinthians. Na madrugada desta terça-feira (9), torcedores novamente picharam os muros do Parque São Jorge e do CT Joaquim Grava em protesto contra o atual momento do clube, que luta contra o descendo no Campeonato Brasileiro.

➡️ Tudo sobre o Timão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Corinthians

Os principais alvos foram Augusto Melo e a diretoria da base do Timão, liderada por Claudinei Alves. O grupo relembrou o episódio em que o mandatário agrediu um cruzeirense após o duelo entre as equipes, no Mineirão: "bater na cara de um torcedor bobo é fácil".

Publicidade

Para a gestão da base, a principal crítica é a quantidade de contratações realizadas, principalmente em 2024. Até o momento, o clube já acumula mais de 30 reforços para as categorias de base nesta temporada.

Ademais, o grupo também cobrou por maior transparência e participação nas decisões da diretoria. Este é o terceiro protesto seguido da torcida do Corinthians.

Publicidade

No fim de junho, os muros foram pichados com ataques direcionados à gestão e aos jogadores. O outro caso aconteceu dias depois, antes da partida contra o Vitória, quando torcedores levaram faixas até a sede social do clube.

Veja outras imagens do protesto de torcedores do Corinthians

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.