Lance Schwartzman: 'Lutei até o fim, mas não foi o suficiente'

Schwartzman: 'Lutei até o fim, mas não foi o suficiente'

Argentino tem decepção dupla em domingo que poderia ser de festa

Lance
Lance

Lance

Lance

Após ser eliminado nas oitavas de final em uma batalha de cinco sets no US Open, o argentino Diego Schwartzman, 14º da ATP, comentou sua partida e exaltou a atuação do qualifier holandês Botic van de Zandschulp, que agora desafia Daniil Medvedev.

"Eu não tive muitas chances", resumiu o argentino. "Do começo ao sim ele sempre esteve à frente no placar, no 4/3 do quarto set, ele baixou um pouco o nível, cometeu mais erros, teve uma mudança clara na forma em que estava jogando e como batia na bola, mas no início do quinto set eu vinha com a adrenalina alta e com a saída (para vestiários) demoramos um pouco para retomar o ritmo, acho que foram 6 ou 7 minutos. Ele voltou, pegou umas bananas, depois as toalhas e seguimos demorando e esse descanso fez bem pra ele, se acalmou, esqueceu das chances que tinha tido e jogou um grande quinto set. No fim, foi o set que ganhou mais fácil pra ele vencer. Esse esporte é meio maluco", analisou a partida.

Diego Schwartzman deu todo o crédito da vitória para o adversário: "Ele merece a vitória. Jogou muito melhor o jogo todo. Até o fim estive lutando, mas não foi o suficiente", resumiu.

Após a entrevista, Schwartzman descobriu que o clássico Brasil x Argentina havia sido suspenso e com bom humor foi reclamar no Twitter: ""Tiraram de mim o Argentino x Brasil de hoje. Que domingo de m...".

Últimas