Lance São Paulo estuda trazer Arão, mas eleição no Flamengo frea negociação

São Paulo estuda trazer Arão, mas eleição no Flamengo frea negociação

Volante possui as características pedidas pelo técnico André Jardine e pode ser uma novidade no Tricolor para 2019; Flamengo deve abrir conversas apenas na semana que vem

Volante possui as características pedidas pelo técnico André Jardine e pode ser uma novidade no Tricolor para 2019; Flamengo deve abrir conversas apenas na semana que vem

Lance

Lance

Lance

Já pensando na montagem do elenco para a disputa da Copa Libertadores do ano que vem, o São Paulo planeja tirar o volante Willian Arão do Flamengo. O Tricolor entende que o jogador possui as características exigidas pelo técnico André Jardine e deve procurar o Rubro-negro para iniciar as conversas. O problema, no entanto, é que uma possível negociação deve acontecer apenas na próxima semana.

Neste sábado acontecem as eleições presidenciais na Gávea. Antes da definição da chapa vencedora, os assuntos pertinentes ao departamento de futebol do clube estão parados. A tendência é que no início da próxima semana, já com a nova diretoria em posse, o Flamengo possa iniciar a negociação com o São Paulo. A informação foi divulgada pelo Globo Esporte e confirmada pelo LANCE!

Com passagens pela categoria de base do Tricolor, Willian Arão é um dos desejos do clube do Morumbi para o início da próxima temporada. Além de estar acostumado com a pressão de atuar em um time de grande expressão nacional, o volante possui características de jogo que agradam a comissão técnica de André Jardine, que procura propor um estilo ofensivo ao São Paulo em 2019.

Atualmente, o Tricolor conta com Jucilei, Hudson, Araruna, Luan, Liziero para a posição. Embora não seja um problema no elenco, o meio de campo precisa de reforços para o ano que vem, quando o clube disputa o Paulistão, Copa Libertadores, Copa do Brasil, Brasileirão e também a Florida Cup, torneio amistoso de pré-temporada.

A temporada de Willian Arão

Arão começou a temporada lesionado e, depois, recuperado, acabou não conseguindo recuperar o espaço que tinha anteriormente. Muito pelo fato de Paulo César Carpegiani atuar apenas com um volante, no caso, Cuéllar. Com o passar da tempo, Barbieri assumiu o comando da equipe e Arão, visto como reserva de Diego, até conseguindo ter mais oportunidades, mas sem engrenar.

No meio da temporada, o volante esteve bem perto de se despedir do Rubro-Negro, rumo ao Olympiacos, da Grécia, mas o acordo melou na última hora. Com a chegada de Dorival Júnior, Arão passou a ser titular e teve boas atuações, sendo importante em algumas partidas e terminando o ano em alta. O contrato vai até o fim do ano que vem.

    Access log