Lance Santos sofre apagão e perde de virada para o Goiás na Vila Belmiro

Santos sofre apagão e perde de virada para o Goiás na Vila Belmiro

Peixe abre 2 a 0, vê adversário virar para 4 a 2 com golaço de Rafael Moura, diminui no final, mas perde e fica longe da Libertadores 

Lance
  • Lance | por Lance

Resumindo a Notícia

  • Santos perde na Vila Belmiro com titulares em campo
  • Goiás vence de virada, mas segue na zona de rebaixamento
Goiás venceu o Santos de virada na Vila Belmiro

Goiás venceu o Santos de virada na Vila Belmiro

Van Campos/Fotoarena

O Santos perdeu o Goiás por 4 a 3, na Vila Belmiro, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, e se distanciou do G6 da competição, na briga por uma vaga na Libertadores.

Lucas Braga, Kaio Jorge e Marinho fizeram os gols do Santos, enquanto Rafael Moura, duas vezes com direito a golaço, David Duarte e Fernandão fizeram os gols do Goiás.

Com a derrota, o Santos ficou na décima colocação, com 45 pontos ,perdendo alguns pontos importantes na luta pelo G-6. Já o Goiás subiu para a 18ª colocação, com 28 pontos conquistados.

Jogo começa e Santos abre o placar

O jogo começou com o Santos tentando impor o seu ritmo, com a posse de bola e apostando na velocidade. Porém, a primeira chance da partida foi do Goiás. Com um minuto de jogo Shaylon bateu falta, Rafael Moura cabeceou, mas a bola foi para fora.

A primeira chance do Santos foi com cinco minutos. Soteldo fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Diego Pituca. O camisa 21 cabeceou e Heron tirou em cima da linha. Um minuto depois, veio o gol do Peixe. Marinho recebeu na entrada da área e de letra passou para Pituca. Ele cruzou para Lucas Braga, de carrinho, completar para a rede.

Peixe dimina e amplia o marcador 

Em bom ritmo, o Santos envolvia o Goiás, que não conseguia trocar passes e só se defendia. Com isso, o Peixe se animou. Aos 13, Marinho passou para Soteldo. O camisa dez dominou, puxou para a esquerda e bateu. Tadeu fez boa defesa, espalmando para escanteio.

Com 33 minutos, Fernandão deu a bola de presente para Marinho. O atacante passou para Soteldo, mas o venezuelano não dominou e perdeu a chance. Quatro minutos depois, o Santos ampliou. Soteldo ajeitou para dentro, cruzou na medida e Lucas Braga só ajeitou para Kaio Jorge completar, sem goleiro.

Primeiro tempo termina com uma chance para cada lado

Depois de sofrer o segundo gol, o Goiás só ameaçou aos 38 minutos. Jefferson cruzou, a bola sobrou na entrada da área e Breno encheu o pé, rasteiro. John encaixou e defendeu.

Antes do final do primeiro tempo, aos 43, Sandry recebeu na intermediária, ajeitou, levantou a cabeça e lançou Felipe Jonatan, dentro da área, sozinho, cabecear sem força para o gol. Tadeu fez a defesa. Final de primeiro tempo na Vila Belmiro.

Goiás explora a bola aérea e empata a partida

​Perdendo a partida, o Goiás veio com alterações e partiu pro ataque. Aos nove minutos, Shaylon bateu escanteio, Heron desviou de cabeça para Rafael Moura dominar e bater pro fundo das redes de John. Com o gol feito, o Verdão se encheu de confiança e conseguiu empatar a partida logo depois.

Com 14 minutos, Shaylon bateu novo escanteio na área, David Duarte subiu sozinho e cabeceou com força. A bola explodiu no travessão e morreu no fundo do gol do Peixe, empatando a partida.

Santos acorda e cria boas chances

Com o empate sofrido, o Santos acordou e foi para cima do Goiás. Com 18 minutos, o Peixe trocou passes até uma bomba de Luan Peres. A bola bateu na defesa e Tadeu espalmou. Um minuto depois, Marinho bateu escanteio perigoso o goleiro socou para fora.

VAR MARCA PENALTI PRO GOIÁS E VERDÃO VIRA

​Com o empate, o Goiás se animou ainda mais e partiu para cima do Santos. Aos 28 minutos, Vinícius invadiu a área e foi derrubado por Sandry. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães mandou seguir, mas após consulta ao VAR, ele marcou a penalidade. Na cobrança, aos 30, Fernandão bateu no meio do gol e virou a partida.

RAFAEL MOURA FAZ UM GOLAÇO PARA AMPLIAR O MARCAR

O gol de pênalti desestabilizou o Santos, que um minuto depois marcou um gol de placa na Vila Belmiro. Rafael Moura roubou a bola na saída, arrancou, limpou a marcação de Guilherme Nunes e mandou por cobertura na saída do goleiro John. Gol de placa na Vila Belmiro.

MARINHO DIMINUI DE PÊNALTI

Atrás no marcador, o Santos apostou na vontade para diminuir o placar. Aos 39, em contra-ataque muito veloz do Santos, Marinho avançou pela direita, partiu pra cima de Iago Mendonça e foi derrubado. Pênalti que o próprio bateu e converteu para dar ânimo ao jogo.

No Santos ainda teve uma chance de empatar aos 48, mas Marinho preferiu tocar do que chutar para o gol e acabou perdendo a oportunidade. Fim de jogo e derrota amarga para o Santos na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 4 GOIÁS
Data: 24 de Janeiro de 2021
Horário: 18h15 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia
Gols: 1-0 Lucas Braga (06'1ºT), 2-0 Kaio Jorge (37'1ºT), 2-1 Rafael Moura (09'2ºT), 2-2 David Duarte (14'2ºT), 2-3 Fernandão (30'2ºT), 2-4 Rafael Moura (32'2ºT), 3-4 Marinho (41'2ºT)
Cartões amarelos: Luan Peres, Kaio Jorge e Guilherme Nunes (Santos), Breno e Rafael Moura (Goiás)

SANTOS: John; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Bruno Marques, aos 44'2ºT); Sandry (Guilherme Nunes, aos 31'2ºT) Diego Pituca (Jean Mota, aos 39'2ºT) e Soteldo; Marinho, Lucas Braga (Lucas Lourenço, aos 31'2ºT) e Kaio Jorge. Técnico: Cuca.

GOIÁS: Tadeu; David Duarte, Iago Mendonça e Heron; Shaylon (Índio, aos 48'2ºT), Breno (Taylon, Intervalo), Henrique Lordelo, Daniel Silva e Jefferson (Vinícius, Intervalo); Fernandão (Douglas Baggio, aos 33'2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Glauber Ramos.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Hulk e Camila entram na moda de fazer yoga em casal. Confira

Últimas