Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Santos e Palmeiras empatam sem gols em jogo de baixa qualidade técnica no Brasileirão

Peixe e Verdão fizeram partida ruim na Vila Belmiro e não saíram do 0 a 0 neste sábado

Lance|

Lance
Lance Lance

Em jogo de pouca qualidade, Santos e Palmeiras empataram em 0 a 0, neste sábado, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Brasileirão. Enquanto o Alvinegro se esforçou mais por neutralizar o adversário do que propriamente jogar, o Verdão não esteve em seus melhores dias juntamente com seus craques e praticamente não ofereceu perigo ao rival. Com isso, o time de Abel Ferreira se distância da liderança e Peixe não sobe na tabela.

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

Peixe começa pressionando, e Verdão sente a dificuldade imposta

O Santos começou o jogo com uma estratégia bem clara de limitar qualquer chance de o Palmeiras utilizar de suas virtudes para levar vantagem na Vila. A pressão na primeira marcação e a verticalidade nas jogadas foram as grandes sacadas do time da casa, que conseguia impedia a saída do rival e ainda buscar colocar perigo nas investidas. Apesar disso, a grande chance dos primeiros minutos foi do Alviverde, que chegou com Gabriel Menino mandando um chute de três dedos na trave de João Paulo.

Publicidade

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

Santos mantém a pegada, e Palmeiras segue "irreconhecível"

Publicidade

Quem pensou que o Peixe fosse diminuir a intensidade depois da imposição na primeira parte do jogo se enganou. A equipe de Odair Hellmann manteve sua pegada e dificultou ao máximo a vida palmeirense. Raphael Veiga, por exemplo, quase não apareceu no jogo e Dudu, que buscou a posse por muitas vezes, conseguia driblar apenas no meio-campo. Gabriel Menino novamente assustou em chute de longe, mas foi o Alvinegro que encerrou a primeira etapa colocando pressão e fazendo Weverton trabalhar algumas vezes. O placar, porém, ficou no 0 a 0.

Peixe recua, Palmeiras melhora, mas placar segue 0 a 0

Publicidade

Na volta do intervalo, o Verdão conseguiu mudar sua postura e teve mais a posse de bola em seu campo de ataque. Ao mesmo tempo, o Santos deixou de impor a intensidade que teve na primeira etapa. Agora, eram os donos da casa que estavam sem saída, enquanto os visitantes tinham quase o campo inteiro para trocarem passes. O problema é que as tomadas de decisão alviverdes eram quase sempre erradas. Dudu errou muitas tentativas de drible, Rony estava mal e foi substituído por Endrick, enquanto Veiga quase não apareceu no jogo. 0 a 0 era justíssimo.

Times mexem na formação, mas não mexem no placar

Sem muitas alterações no panorama do jogo e com as duas equipes com muitas dificuldades para conseguir uma jogada de ataque, os técnicos tentaram mudar as peças para buscar alguma mexida na distribuição delas, mas o que se viu foi mais do mesmo, ou seja, um segundo tempo de qualidade técnica baixíssima. Dessa forma, não tinha outro jeito senão o jogo terminar empatado em 0 a 0.

E agora?

Com o resultado, Santos e Palmeiras levam um ponto para a conta. Enquanto o Verdão vai a 15 pontos e permanece na vice-liderança do Brasileirão, o Peixe vai 11 e está na 11ª colocação. Na próxima rodada do campeonato, o Alviverde vai até Belo Horizonte para enfrentar o Atlético-MG, já o Alvinegro enfrenta o Bragantino, fora de casa. Antes disso, ambos têm compromisso continental: o Palmeiras enfrenta o Cerro Porteño-PAR pela Libertadores, e o Santos pega o Audax Italiano-CHI. Os dois jogarão fora do país.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 x 0 PALMEIRAS

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data-Hora: 20/5/2023 - 21h (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Auxiliares: Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) e Alex Ang Ribeiro (Fifa/SP)

VAR: Wagner Reway (VAR-Fifa/PB)

Público: 12.641 torcedores/R$ 658.392,50

Cartões amarelos: Daniel Ruíz e Ângelo (SAN) Mayke e Raphael Veiga (PAL)

Cartões vermelhos: -

Gols: -

SANTOS: João Paulo; Gabriel Inocêncio, Joaquim, Messias (Maicon, no intervalo) e Lucas Pires (João Lucas, aos 39'/2ºT); Rodrigo Fernández, Dodi e Lucas Lima (Ivonei, aos 42'/2ºT); Ângelo (Daniel Ruíz, aos 13'/2ºT), Lucas Braga (Lucas Barbosa, no intervalo) e Deivid Washington. Técnico: Odair Hellmann.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez (Naves, no intervalo), Luan e Piquerez; Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Richard Ríos, aos 24'/2ºT); Artur (Luis Guilherme, aos 24'/2ºT), Dudu (Breno Lopes, aos 37'/2ºT) e Rony (Endrick, aos 16'/2ºT). Técnico: João Martins.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.