Lance Ruud analisa ser um jogador mais completo e por isso venceu Tsitsipas

Ruud analisa ser um jogador mais completo e por isso venceu Tsitsipas

Ruud analisa ser um jogador mais completo e por isso venceu Tsitsipas

Lance
Lance

Lance

Lance

O jovem norueguês Casper Ruud conversou com a imprensa após surpreender o grego Stefanos Tsitsipas nas oitavas de final do Masters de Madri e pontuou que vitória de hoje é fruto de um trabalho de evolução de seu jogo.

Ruud iniciou comentando a vitória sobre o grego Stefanos Tsitsipas: “Ele é um dos melhores jogadores do circuito, um dos que mais ganhou este ano. Venceu o seu primeiro Masters em Monte Carlo, em Barcelona também esteve muito perto do título. Porém, aqui em Madri as condições são um pouco diferentes do resto das quadras de saibro do circuito. Os golpes são mais rápidos, a bola voa mais rápido no ar devido à altura. Você ganha muitos pontos grátis com seu saque que não teria em outros torneios, e acho que hoje foi a meu favor", iniciou.

"Também tenho a sensação de que ele cometeu erros que normalmente não comete. Como disse, tentei aproveitar as oportunidades. É muito importante pensar antes do jogo que você não está enfrentando o melhor jogador da temporada, mas simplesmente outro adversário. Outra coisa que me ajudou hoje é que enfrentamos nos primeiros anos, jogamos um com o outro no juvenil. Acho que isso ajuda quando você enfrenta um jogador tão bom", finalizou.

O jovem norueguês falou sobre a confiança de jogar no saibro: "Quanto mais jogos eu ganho, mais confiança eu construo. Estou me sentindo muito bem, especialmente no saibro europeu", disse ele lamentando o fato de que a temporada de saibro europeia de 2020 foi cancelada em razão da pandemia da COVID-19. O jovem norueguês destacou ainda o fato de ter "preservado a motivação" do ano anterior.

Ruud pontuou que é importante para a confiança vence rum tenista top 10 e que mostra em fatos a evolução do seu jogo: "Acho que muitas coisas melhoraram no meu tênis . Embora eu geralmente não dê golpes fortes ou muito chamativos com meu backhand, ele se tornou uma arma bastante confiável. Posso bater um backhand mais pesado para me defender do que antes. Ainda sou capaz de virar o forehand e tentar as jogadas vencedoras desse lado. Definitivamente, estou me tornando um jogador muito mais completo do que há um ano", concluiu.

Últimas