Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Rubens Menin diz que tentou unir as ligas antes de migrar o Atlético-MG para a Libra

O empresário alegou que queria uma junção entre Libra e Liga Forte Futebol

Lance|

Lance
Lance Lance

O empresário Rubens Menin, e membro do órgão colegiado do Atlético-MG, falou sobre a saída do clube da Liga Forte Futebol (LFF) rumo a Liga Brasileira de Futebol (Libra), que gerou estranheza, pois o Galo era crítico ferrenho da Libra quanto a distribuição dos valores de TV entre os clubes. 

Menin foi lacônico e não se aprofundou no tema , limitando-se a dizer que uma união entre as ligas antes de oficializar a mudança. 

O Atlético confirmou a troca de liga na terça-feira (11), indo para a Libra. A controvérsia surgiu pois, o time mineiro liderava o grupo rival, na liga Forte Futebol e em uma nota enviada pelo clube, se limitou a dizer que trocou “por entender que essa mudança representará, no longo prazo, maiores benefícios financeiros e institucionais para o clube”.

No Twitter, Rubens Menin afirmou que o desejo do Atlético era promover a união das duas ligas, antes de anunciar a transição. Além disso, o empresário também disse que ainda acredita na possível junção entre LFF e Libra: “seria o mundo ideal”, disse na sua na sua postagem. 

Publicidade

Troca de liga

A diretoria alvinegra trocou a Liga Forte Futebol pela Libra por uma pressão do banco BTG, com quem tem uma dívida de R$ 168 milhões. A instituição financeira assessora o clube na transição para a SAF e ameaçou inviabilizar a SAF atleticana, o que levou a brusca mudança de lado. 

A “bronca” logo veio à tona entre os torcedores, pois o presidente do Atlético-MG, Sérgio Coelho, dizia com frequência que a Libra favorecia Flamengo e Corinthians por terem garantias de ganhos sem diminuição pelos próximos cinco anos. Enquanto estava na Liga Forte, o Atlético defendia a divisão de cotas de maneira mais igualitária.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.