Rony recebe camisa 11 e agradece Palmeiras por paciência em novela

Atacante foi apresentado depois de negociação que durou quase dois meses entre idas e vindas. Jogador aguarda a regularização para fazer estreia

Rony foi apresentado com a camisa 11 do Palmeiras

Rony foi apresentado com a camisa 11 do Palmeiras

Lance

Após uma negociação com muitas idas e vindas, Rony, enfim, foi apresentado pelo Palmeiras na tarde desta quinta-feira (27). O atacante recebeu a camisa 11 das mãos do diretor de futebol Anderson Barros e agora vive a expectativa de fazer a estreia já no clássico de sábado, contra o Santos — ele ainda depende da regularização de seu contrato para ficar à disposição de Vanderlei Luxemburgo.

A contratação do ex-jogador do Athletico foi uma das grandes novelas desta janela. O Corinthians também teve interesse, mas não aceitou pagar os 6 milhões de euros (R$ 28 milhões) que o Verdão desembolsou para adquirir 50% dos direitos econômicos do reforço. Quando o negócio parecia clarear em favor do Palmeiras, Rony ficou perto de renovar com o Furacão, mas o documento não foi assinado. A paciência alviverde foi elogiada pelo atleta nesta tarde.

"A gente fica ansioso, mas ainda tinha contrato com o Athletico (até o meio de 2021). A gente fica ansioso para as coisas se resolverem da melhor maneira, mas quero agradecer à diretoria, ao presidente (Maurício Galiotte), ao Anderson (Barros), pela paciência de esperar quase dois meses. A gente sabia que na hora certa as coisas iam acontecer. Hoje estou feliz que as coisas deram certo", afirmou o reforço.

"Hoje vivo uma sensação única. Acredito que todas as crianças quando querem ser jogador de futebol almejam chegar em um clube grande. Eu não seria diferente. Estou tendo o privilégio de chegar ao Palmeiras e me sinto honrado, feliz. Acho que qualquer um queria estar no meu lugar, chegando em um dos gigantes do cenário brasileiro", acrescentou.

Antes de o próprio Palmeiras iniciar as tratativas com o Athletico, o Corinthians foi a primeira equipe a mostrar interesse em Rony. Tiago Nunes, comandante do jogador na equipe paranaense, até ligou para ele, mas a novela acabou em favor do Verdão, equipe com a qual assinou até o fim de 2024.

"Sobre o Tiago, houve uma ligação dele, a gente conversou, mas nada demais. Eu fiquei feliz de duas equipes do cenário brasileiro procurando, antes do Palmeiras o Corinthians estava na briga, mas depois que entrou o Palmeiras, conhecemos o Anderson Barros desde a época do Botafogo e deu certo com o Palmeiras", completou.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Com gol de Jesus, City vira sobre o Real Madrid. Juve perde do Lyon