Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Rodinei entrega 'jeito carioca' de James Rodríguez e revela: 'Ele disse que vai jogar no Brasil'

Ex-lateral do Flamengo atuou com o meia colombiano no Olympiacos, da Grécia

Lance|

Lance
Lance Lance

O desejo de permanecer na Europa não impossibilita o interesse de James Rodríguez pelo futebol brasileiro no futuro. O colombiano revelou a Rodinei, companheiros na Grécia, que sente vontade de jogar no Brasil em algum momento da carreira e, inclusive, fazia questão de só falar em português com o lateral. O meio-campista foi alvo do Botafogo, de John Textor, recentemente.

O desejo e a curiosidade de James Rodríguez pelo Brasil foram revelados por Rodinei, durante sua participação no 'Charla Podcast'. Os dois jogaram juntos na Grécia e defenderam as cores do Olympiacos - atual clube do lateral brasileiro.

- O James só quer falar português, tá? Ele não quer que eu converse espanhol com ele, não. Eu era forçado a falar espanhol com alguns jogadores no Flamengo, então entendo tudo. Mas o James só quer falar o português e é o português carioca. Ele fala "Coé, mané! Bom dia". Ele ia se entrosar facilmente no Rio de Janeiro, ele gosta muito. Nós já conversamos e ele disse que tem vontade de jogar no Brasil um dia, que quer conhecer a resenha. Ele tem amigos brasileiros também -, e continuou:

- Ele já disse que vai jogar aqui no Brasil um dia. Eu expliquei que aqui é gostoso demais, o futebol é diferente e o povo acolhedor. Ele vai se sentir da família no Rio e no Brasil. Não sei o que ele vai decidir da vida dele agora. Nós conversamos, mas não entramos em assuntos de clubes. Mas ele tem vontade. O Vidal antigamente, lembra? Falava com o Rafinha -, disse.

Publicidade

+ Cupom LANCEFUT com 10% OFF para os fanáticos por esporte em compras acima de R$299,90

Conforme mencionado, James Rodríguez estava no radar e era uma das prioridades do Botafogo recentemente. O desejo do colombiano neste primeiro momento, no entanto, é permanecer no futebol europeu: "Vai aparecer algo bom. As coisas por aqui começam a acontecer em junho e julho, e vamos buscar quem queira um 10. Tenho talento, qualidade, sou uma pessoa que gosta de trabalhar, muito profissional. Onde eu possa jogar, na Europa, a cada três dias, se eu puder entregar, darei", disse em entrevista à 'Win Sports'.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.