Lance Responsáveis pelo gramado do Allianz Parque reconhecem problema e prometem manutenção

Responsáveis pelo gramado do Allianz Parque reconhecem problema e prometem manutenção

Mesmo com problemas, gramado do Allianz Parque foi liberado para o clássico entre Palmeiras e Santos

Lance

A Soccer Grass, empresa responsável pela instalação e manutenção do piso no Allianz Parque, reconheceu um problema com o termoplástico, material de borracha usado para amortecer e facilitar a pisada dos atletas no gramado artificial. Mesmo assim, os responsáveis pelo gramado liberaram o palco para o duelo deste domingo (28), entre Palmeiras e Santos, pelo Paulistão.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Em função das elevadas temperaturas, como todos tem acompanhado, inclusive passando muito da média histórica da cidade de São Paulo, o termoplástico colocado na composição da formação do gramado sintético do Allianz Parque, tem apresentado um problema já identificado, onde ocorre o fato desse termoplástico derreter e se tornar uma pasta. Outro agravante, além das altas temperaturas, constatamos que a poluição também provoca seus efeitos no termoplástico, pois a gordura faz com que potencialize esse problema do termoplástico - explicou a Soccer Grass através de nota oficial.

A condição do gramado no Allianz Parque voltou à tona após a lesão de Bruno Rodrigues. O Verdão suspeita que a lesão do atacante ocorreu por falta de manutenção da administradora do estádio com o piso. 

➡️ Veja os grupos e datas dos confrontos no Paulistão

A Soccer Grass garante que irá começar uma revisão para trocar o termoplástico do Allianz Parque. Antes do clássico entre Palmeiras e Santos, a empresa fez testes de impacto e absorção no gramado e liberou o palco para o duelo válido pelo Paulistão.

Últimas