Lance Reservas participam em vitória no Mundial e Carol valoriza: 'Importante para a sequência'

Reservas participam em vitória no Mundial e Carol valoriza: 'Importante para a sequência'

Brasileiras superaram as porto-riquenhas por 3 sets a 0, em Roterdã, na Holanda

Lance
Lance

Lance

Lance

A seleção brasileira venceu Porto Rico, nesta quinta-feira, pelo Mundial de vôlei feminino, em Roterdã, na Holanda. Em jogo tranquilo, o treinador José Roberto Guimarães pôde utilizar as jogadoras reservas em alguns momentos da partida.

+ Flamengo, Grêmio, São Paulo e mais: veja camisas lançadas em homenagem ao Outubro Rosa

A central Carol fez 16 pontos na partida (sete em bloqueios) e foi muito importante para a vitória brasileira. Ela destacou a rodagem do elenco durante o jogo.

– O time está muito focado e fizemos o nosso melhor na partida. Conseguimos dar rodagem para o grupo e isso é importante para a sequência da competição. O Mundial é uma competição longa e precisamos de todas as jogadoras. Agora vamos pensar na Holanda que cresceu na competição, tem feito bons jogos e vai jogar em casa – disse.

A ponteira Pri Daroit, que também se destacou na partida com 11 pontos, exaltou a atuação segura da equipe.

– Foi mais uma vitória importante para a sequência da competição. Porto Rico tem um bloqueio alto e conseguimos ter lucidez na partida. O jogo também foi bom para todas as jogadoras ganharem ritmo de jogo. Vamos descansar e já estudar a Holanda que vai jogar com o apoio da torcida – falou a atleta.

+ Desempenho no Mundial coloca o Brasil no topo do ranking da Federação Internacional de Vôlei

O treinador José Roberto Guimarães também ficou muito satisfeito com a exibição das brasileiras.

– Sacamos bem e estudamos bastante o time de Porto Rico. Precisávamos desses três pontos para a sequência da competição. Foi uma boa partida, revezamos algumas jogadoras e temos que nos preparar para o próximo jogo. Vamos enfrentar a Holanda que tem feito bons jogos. É um time que está bem e conta com o apoio da torcida. Elas têm um bloqueio forte e bem posicionado. Vamos precisar de um bom saque e um sistema defensivo organizado. O ginásio vai estar lotado e vai ser uma partida difícil – afirmou Zé Roberto.

A seleção feminina está no grupo E da segunda fase do Mundial ao lado de China, Japão, Argentina, Itália, Bélgica, Holanda e Porto Rico. As quatro equipes de melhor campanha no grupo, contando os resultados da primeira fase, avançam para as quartas de final. A equipe do treinador José Roberto Guimarães aparece em segundo lugar, com 17 pontos (seis vitórias e uma derrota). A Itália lidera, com 19 pontos.

O Brasil disputa o Mundial feminino com as levantadoras Macris e Roberta, as opostas Kisy e Lorenne, as ponteiras Gabi, Rosamaria, Pri Daroit e Tainara, as centrais Carol, Carol Gattaz, Julia Kudiess e Lorena, as líberos Nyeme e Natinha.

O Brasil enfrenta a Holanda nesta sexta-feira, às 15h15 (de Brasília), também em Roterdã.

Últimas