Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Relembre a campanha da Inglaterra na Copa do Mundo Feminina

Final será no domingo (20), às 7h (de Brasília), contra a Espanha

Lance|

Lance
Lance Lance

A Copa do Mundo Feminina 2023 entrou para a história não só pelo maior investimento em uma edição, como também pelas duas seleções finalistas em busca do título inédito. Neste ano, Inglaterra e Espanha estão na final após despacharem Austrália e Suécia, respectivamente, e vão duelar no domingo (20), às 7h (de Brasília).

A Inglaterra chega à decisão com seis jogos disputados e uma campanha sólida. Desde a estreia, em 22 de junho, contra o Haiti, a seleção inglesa venceu cinco partidas, sendo as três da fase de grupos. Apenas nas oitavas de final terminou empatada com a Nigéria e levou a melhor na decisão por pênaltis.

+ Com final eletrizante, Espanha bate Suécia e se classifica para a final da Copa do Mundo Feminina

Apesar da tradição no futebol masculino, no feminino a Inglaterra está em crescente constante. Em 2015, ficou em terceiro lugar na Copa do Mundo e garantiu a melhor campanha do país. Na Eurocopa, havia perdido a final em duas oportunidades, 1984 e 2009, mas em 2022, as inglesas chegaram à glória: conquistaram o primeiro título diante da Alemanha, por 2 a 1.

Publicidade

CONFIRA A CAMPANHA DA INGLATERRA NA COPA DO MUNDO FEMININA 2023

A seleção inglesa iniciou a competição contra o Haiti e venceu por 1 a 0. Na sequência, bateu a Dinamarca pelo mesmo placar e aplicou uma goleada de 6 a 1 na China.

Publicidade

Classificada em primeiro lugar do Grupo D com nove pontos, a Inglaterra encarou a Nigéria e encontrou dificuldades. Os 90 minutos do tempo regulamentar e os 30 da prorrogação terminaram sem gols. Na disputa por pênaltis, melhor para a seleção do 'velho continente': 4 a 2.

As quartas de final proporcionou a disputa com a seleção 'sensação' da competição, Colômbia. Apesar disso, mais uma vitória, desta vez por 2 a 1, com gols de Lauren Hemp e Alessia Russo. 

Publicidade

Com a eliminação das colombianas, a Austrália virou a nova sensação, não só pela boa campanha, mas também por ser a anfitriã do torneio e contar com a presença em massa da torcida. Mas não foi suficiente. A Inglaterra venceu a disputa por 3 a 1 e se classificou para a grande decisão.

Lauren James, Alessia Russo e Hemp são as grandes referências e apostas do ataque inglês, todas com três gols cada. A final da Copa do Mundo 2023 vai marcar um grande clássico continental, contra a Espanha.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.