Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Relembre a campanha da Espanha na Copa do Mundo Feminina

Decisão será neste domingo (20), às 7h (de Brasília), contra a Inglaterra

Lance

Lance|Do R7


Lance
Lance

A Copa do Mundo Feminina 2023 entrou para a história e terá uma seleção campeã de forma inédita após as únicas quatro vencedoras terem sido eliminadas nas fases anteriores. Neste ano, Espanha e Inglaterra se enfrentam na final por eliminarem Suécia e Austrália, respectivamente. O duelo europeu será neste domingo (20), às 7h (de Brasília).

A Espanha chega à decisão terminando a fase de grupos em segundo lugar, atrás do Japão, e com três vitórias nas fases eliminatórias. Apesar da tradição no futebol masculino, a seleção espanhola feminina ainda está começando no início de sua trajetória. A primeira participação em Copa do Mundo ocorreu em 2015, eliminada na primeira fase. Quatro anos depois, sofreu a derrota para os Estados Unidos nas oitavas de final.

+ Relembre a campanha da Inglaterra na Copa do Mundo Feminina

O país espanhol tem ganhado relevância no futebol europeu. O Barcelona é bicampeão da Champions League Feminina e atual vencedor da competição. Ainda conta com Alexia Putellas, atual melhor jogadora do mundo por dois anos seguidos.

Publicidade

CONFIRA A CAMPANHA DA ESPANHA NA COPA DO MUNDO FEMININA 2023

A estreia da Espanha, no dia 21 de junho, mostrou que a campanha seria digna de favoritismo. A seleção espanhola venceu a Costa Rica por 3 a 0, mas viu o Japão, adversário direto, ser superior e ganhar da Zâmbia por 5 a 0. Na segunda rodada, as zambianas, novamente, não tomaram ciência do adversário e perderam por 5 a 0 para a Espanha. Na terceira e última rodada, as espanholas saíram derrotadas por 4 a 0 para o Japão e garantiram o segundo lugar do grupo C.

Publicidade

Ao participar de um grupo marcado por goleadas, a Espanha chegou às oitavas de final, contra a Suíça, e venceu por 5 a 1. Nas quartas, eliminou a Holanda por 2 a 1. Na semifinal, venceu a Suécia, uma das grandes favoritas ao título, por 2 a 1.

Agora, a seleção da melhor jogadora do mundo, Alexia Putellas, vai encarar a Inglaterra em um grande clássico continental.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.