Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Recordista do Guinness tem camisas de até R$ 40 mil, raridades de Pelé e uniforme histórico de Cássio

Brasileiro, Cássio Brandão ‘coleciona histórias’ e supera segundo colocado do ranking com quatro mil camisas a mais

Lance

Lance|Do R7


Imagem da notícia

Mais de seis mil camisas armazenadas e diversas raridades mundiais. Isso é o que Cássio Brandão, empresário e colecionador há 20 anos, acumula em seu acervo, na zona oeste de São Paulo. Ele é recordista mundial em coleção de camisas de futebol e entrou para o livro dos recordes, o Guinness World Records.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Entre as preciosidades que o empresário preserva estão agasalhos da Seleção Brasileira utilizados por Pelé, Garrincha e Zagallo, além de um uniforme de Diego Maradona avaliado em R$ 40 mil.

Publicidade

— É muito difícil falar de valores. Hoje temos camisas que vão de R$ 400 a R$ 40 mil, esse é um olhar. A do Maradona, usada no Napoli, é super rara, de 1991. O Maradona usou essa camisa três vezes, foi exatamente com a mesma, porque não tinha troca na época. Essa camisa é uma joia, uma obra de arte — contou Cássio Brandão, em entrevista ao Lance!.

Além de Maradona, Cássio detém camisas utilizadas pelo Rei Pelé, como a do encontro com a Rainha Elizabeth II, em 1968. Também há outras joias, como uniformes da Seleção Brasileira bicampeã mundial de 1958 e 1962. Essas, diferentemente do caso argentino, não têm preço.

Publicidade

— Pelé é completamente fora da curva, absurdo. Uma camisa utilizada pelo Pelé não tem valor. Camisa do Maradona já conseguimos precificar. Ainda temos mais exemplos, como a camisa de 1958, da Copa de 1962, absolutamente ricas e que não têm valor. Dependendo da necessidade do colecionador, pode ter um valor até quatro vezes maior do que em um marketplace — explicou.

Corintiano fanático, Cássio possui todas as camisas utilizadas pelo seu xará e herói Cássio Ramos, ex-goleiro do Timão. Ele, inclusive, armazena a roupa utilizada pelo atleta no jogo em que defendeu a finalização de Diego Souza, na Libertadores de 2012, que antes era de posse do próprio atleta ex-Vasco. Além disso, o empresário guarda camisas de todos os Corinthians existentes no mundo e uma vasta coleção de uniformes do Doutor Sócrates — seu maior ídolo.

➡️ Torcedor de foto histórica faz revelação sobre gol de Paulinho em Corinthians x Vasco

Contudo, apesar da expressividade dos valores e do número acumulado de uniformes, Cássio considera que sua coleção é de histórias, não apenas camisas.

São 6.101 camisas, e o antigo detentor do recorde armazena cerca de 1.700 peças. A intenção do empresário nunca foi entrar no Guinness, mas sim preservar a cultura do esporte mais popular do planeta.

— Contei das seis mil camisas para um amigo, e ele disse que era recorde mundial. Falei: "Claro que não, não faz sentido". Apliquei o processo, que é muito criterioso, durou quase seis meses. Planilha com 6.101 itens, tive que filmar as camisas uma por uma. Hoje é um recorde mundial, mas é menos sobre as seis mil camisas, mas sim seis mil histórias, e o Guinness traz um olhar para isso. Nunca foi sobre ser o maior, mas sobre contar e ouvir boas histórias — concluiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.