Lance Rayssa Leal celebra conquista do mundial de skate: 'Quero sempre o primeiro lugar'

Rayssa Leal celebra conquista do mundial de skate: 'Quero sempre o primeiro lugar'

Título da Street League de Skate coroa um ano espetacular da jovem atleta brasileira

Lance
Lance

Lance

Lance

Rayssa Leal foi o grande nome do skate em 2022. A jovem de apenas 14 anos venceu as quatro etapas da Street League de Skate (Jacksonville, Seattle e Las Vegas, nos EUA, e Rio de Janeiro). A última, aconteceu na manhã deste domingo, sendo a mais especial para a "Fadinha", por ser disputada no Brasil. Em entrevista ao LANCE!, ela desabafou sobre a emoção de vencer em seu país.

+ Diego Ribas define seu futuro, Endrick na mira de mais um europeu… o Dia do Mercado!

Com uma manobra espetacular em sua última tentativa, Rayssa Leal se tornou campeã mundial no Super Crown da Street League. Logo após a vitória, a Fadinha ficou extremamente comovida, o choro da jovem exemplificou a importância que a atleta deu ao torneio disputado no Rio.

- Estava muito nervosa. Porque eu sabia que se eu errasse (a manobra) ficaria em terceiro lugar, o que já era uma boa colocação, mas como falei, queria o primeiro lugar, vou querer sempre o primeiro e deu certo. Meu time passou muita confiança para mim, era uma manobra que eu tenho muito na base, minha mãe brinca dizendo que eu consigo "jogar" até uma árvore. E a torcida ajudou muito. (...) Carregar esse troféu, o título de campeã mundial, não tem preço, por isso estava tão emocionada - contou.

+ Rayssa Leal conquista o Mundial de Skate no Rio de Janeiro

SUSTO

Durante a segunda volta de 45 segundos, a skatista acabou sentindo uma dor muito forte na região do abdômen que a impediu de completar o circuito. O lance assustou o público, mas ela conseguiu retornar para as manobras de tentativa única. Rayssa comentou "não saber" o que aconteceu.

- Eu não lembro. Talvez eu tenha respirado de mal jeito, porque eu não lembro, só começou a doer muito, mas deu tudo certo - afirmou.

+ Gustavo Scarpa, do Palmeiras, marca presença no Mundial de Skate no Rio

VENCER EM CASA

Rayssa em todo momento mostrava a vontade de vencer no Brasil, a atleta destacou a atmosfera criada pelos compatriotas.

- É a melhor sensação do mundo (competir no Brasil). É uma torcida diferente de todas e estou feliz que aqui estava lotado. Desde pequena acompanho a Street League e hoje estou aqui sendo campeã mundial - falou.

2023

​Com a próxima temporada chegando, a Fadinha preferiu manter os pés no chão.

- Não pensei ainda, mas eu quero continuar me divertindo, evoluindo, crescendo, daqui a pouco vou estar com 15 anos e minha mentalidade e maturidade vai mudar também - completou.

Últimas