Lance Ramon projeta 'duelo de gigantes' com o Atlético-MG: 'Os adversários passaram a respeitar o Vasco'

Ramon projeta 'duelo de gigantes' com o Atlético-MG: 'Os adversários passaram a respeitar o Vasco'

Treinador do Cruz-Maltino falou em entrevista coletiva e mostrou confiança para o jogo contra o líder do Campeonato Brasileiro, no domingo, em Belo Horizonte 

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Há quatro jogos sem vencer, o Vasco tem o desafio de enfrentar o líder do Campeonato Brasileiro, fora de casa, no próximo domingo. O Cruz-Maltino viaja até Belo Horizonte para encarar o Atlético-MG e busca recuperar o bom desempenho do início da competição depois de uma semana inteira de trabalho, algo raro no calendário de 2020. Em coletiva de imprensa, nesta quinta-feira, técnico Ramon Menezes projetou um duelo equilibrado e falou da preocupação que o bom trabalho no período pós-paralisação do futebol desperta nos rivais.

– O Brasileiro é um campeonato muito difícil, dentro ou fora de casa. São grandes adversários que teremos pela frente. A começar pelo líder do Brasileiro, o Atlético-MG, que teremos pela frente no domingo. O Sampaoli é um cara muito inteligente, que sempre cria variações, que raramente repete escalações. Temos que respeitar, mas somos Vasco da Gama. E pode ter certeza que os adversários começaram a nos respeitar. Mas são jogos decisivos, todos com cargas de final. Temos muitos atletas jovens, a pressão sempre existe, a dificuldade também, mas estamos indo muito bem – avaliou Ramon, antes de completar:

– Jogar no Mineirão é especial para mim. Vem um filme na cabeça da época de atleta. É um duelo de gigantes, dois grandes clubes do futebol brasileiro. Nós respeitamos o bom momento deles, mas eles sabem que do outro lado tem uma equipe forte.

O comandante vascaíno rechaçou o rótulo de "time previsível" e considerou normal a oscilação entre bons e maus momentos em uma temporada atípica.

– Desde o começo do trabalho estamos fazendo algumas variações. Mas sempre precisamos fazer correções. Isso não quer dizer que somos previsíveis. A sequência é muito difícil. A nossa equipe é muito jovem. Às vezes você não consegue manter o mesmo nível de atuação. Estamos muito atentos, especialmente em fazer correções em relação ao posicionamento. Às vezes você não consegue o resultado e surgem as críticas. É normal, vem elogios e vem críticas. Estou muito confiante – completou.

Vasco e Atlético-MG se enfrentam, no domingo, às 20h30, no Mineirão, pela 13ª rodada do Brasileiro. O Galo é líder com 24 pontos e o Cruz-Maltino ocupa a quinta colocação, com 18.

Últimas